terça-feira, 7 de junho de 2022

... do iogurte Yoplait

 


Sempre fomos um país de iogurtes, e muitos ficaram para sempre na nossa memória, por todas as boas lembranças do nosso tempo de infância. O Yoplait é um desses, pelos seus passatempos, pela sua embalagem simples, e claro pelo seu sabor.

A Yoplait surgiu no mercado Francês em 1967, quando mais de 100 Mil fazendeiros Franceses de seis corporativas diferentes juntaram-se para desta forma venderem melhor os seus produtos. As seis pétalas no símbolo da companhia representam os seis fundadores, enquanto que o nome era uma junção de dois nomes dessas corporativas.

Em 1971 começaram a sua odisseia no mercado Norte-Americano, e aos poucos foram conquistando um lugar no mercado com as suas ideias inovadoras e revolucionárias. Foram os primeiros a produzir iogurtes com baixo índice de gordura (os low fat) e a criar um iogurte líquido pronto a beber. Eu lembro-me bem quando o Yop apareceu cá em Portugal, era uma loucura poder beber assim um iogurte de Morango, e aquilo era mesmo bom, ainda hoje continua a ser o meu preferido e a minha forma favorita de comer iogurte.

Depois de entrar nos mercados Africanos e Asiáticos, foi na década de 80 que começou a sua grande expansão pelo mercado Europeu, e Portugal foi um desses países. Foi fabricado e distribuído pela Gelgurte, uma fábrica da Guarda que produziu isto até 2010, quando não foi renovado a parceria com a marca Francesa.

A marca continua a ter sucesso noutros Países, está presente em mais de 50 países ao redor do mundo, sendo a número 1 e 2 do mercado em 39 desses países, comercializando uma linha de produtos composta por 2.500 intens. Seus maiores mercado são a França, Estados Unidos (onde são vendidos diariamente cerca de 8.5 milhões de embalagens do produto) e Reino Unido, tendo ainda forte presença no Canadá, Austrália e México. Mundialmente, a cada minuto, são consumidos cerca de 15.000 potes de YOPLAIT.






quinta-feira, 2 de junho de 2022

... do jogo Bomberman

 


Bomberman é um dos jogos mais viciantes de sempre, um jogo de estratégia onde tínhamos que andar por labirintos a colocar bombas e a rebentar com tudo, como podíamos resistir a isto? 

O jogo foi idealizado por Hudson Soft e foi lançado em 1983 para o computador, mas foram as versões para o Spectrum, e especialmente as da Nintendo que deixaram o jogo extremamente popular. Pela Europa chegou a ser lançado com o nome Eric and the Floaters, para evitar alguma conotação terrorista.

O jogo não tinha nenhuma história, basicamente tínhamos que puxar pela cabeça e ver onde podíamos deixar as bombas de modo a que estas fossem abrindo um caminho por onde podíamos andar, que nos deixasse chegar ao fim ou apanhar as coisas que devíamos apanhar. A Nintendo tratou de popularizar o jogo no NES e SNES e deu-lhe um conceito e história, tornando o boneco parte de uma espécie de polícia Inter-Galáctica que protegia o universo.

Um boneco pequeno, com uma cabeça grande e um ar simpático, que tinha que usar as suas bombas para eliminar os seus inimigos e abrir caminho conquistou-nos a todos na década de 80 e voltou a entrar nos nossos corações na década de 90 com o sucesso das suas edições para a Super Nintendo ou para a Sega Saturn.