... do Richard Clayderman - Ainda sou do tempo

segunda-feira, 12 de março de 2018

... do Richard Clayderman


Richard Clayderman sabe apresentar músicas que todos possam apreciar, desde a mais clássica, a hits de bandas conhecidas (como os Abba), Clayderman toca tudo de uma forma suave e encantadora. Está no livro do Guiness como o pianista mais bem sucedido de todo o mundo, e a música Ballade pour Adeline, é considerada uma das melhores baladas jamais tocadas ao piano.

Philippe Pagés nasceu a 18 de Dezembro de 1953, em Paris, França, adoptando o nome artístico de Richard Clayderman. Filho de um professor de piano, desde cedo se viu envolvido no mundo da música, demonstrando um talento natural. e um grande à vontade. Aos 6 anos já conseguia ler música, e aos 11 entra para um conservatório, vencendo o seu primeiro prémio aos 16 anos.

Chegou a formar um grupo de rock, mas o sucesso apareceu em 1976, quando venceu o casting proposto pelo produtor musical Olivier Toussaint, que tinha composto em parceria com Paul de Senneville, uma música para a sua filha recém nascida, chamada "Ballade pour Adeline". Clayderman com apenas 23 anos encantou o produtor, que ficou fã tanto da sua forma de tocar, como do seu aspecto físico.


Tornou-se um hit instantâneo, tornando-se um dos maiores êxitos da sua carreira, tocando-a ainda nos dias de hoje, adaptando a música à sua medida. Originalmente era só uma balada ao piano, com o decorrer do tempo, ele foi adaptando instrumentos de corda à música, dando outro ênfase a esta canção.

O artista foi ganhando seguidores, conquistando uma legião de fãs e começando assim uma carreira de sucesso. Clayderman soube construir uma carreira sólida, adoptando um estilo romântico, adaptando músicas pop famosas e dando-lhes um toque mais melodioso, adaptando-as ao piano.

Também tocava música clássica, tocando-a de uma forma um pouco mais "moderna", fazendo assim com que todo o tipo de público conhecesse música, que de outra forma não ouviria. Foram mais de 1,300 músicas, vendendo mais de 150 milhões de discos e conquistando várias centenas de prémios, conseguindo entrar para o livro do Guiness como o Pianista mais bem sucedido de todo o mundo.

Tem feito espectáculos um pouco por todo o mundo, sendo extremamente popular na Ásia e também no Brasil, onde chegou a fazer um concerto onde tocava músicas populares brasileiras.