... das Corridas de Caricas - Ainda sou do tempo

quinta-feira, 8 de março de 2018

... das Corridas de Caricas


Esta é uma daquelas recordações de infância, que me deixa feliz por dentro. As Corridas com Caricas eram algo que proporcionava momentos bem divertidos, uma animação do princípio ao fim, e só precisávamos de um espaço com terra/areia e umas caricas.

Lembro-me de jogar isto quer no recreio da escola primária, que era basicamente só terra, quer num terreno perto de uns cafés que o meu pai frequentava. Nunca me lembro de brincar a isto com menos de 3 pessoas, e por norma éramos sempre cinco a jogar, mas o número de participantes podia variar.

O terreno onde se ia jogar isto era importante, precisava ser algo onde se pudesse desenhar uma pista, e por isso os terrenos de terra batida, ou com areia, eram sempre os escolhidos. A pista não era complicado de se fazer, tinha que ter pelo menos um palmo de largura (para ter pelo menos 2 caricas lado a lado), e o tamanho desta variava, mas podia atingir uns bons 5 metros.


Fazia-se umas quantas curvas, para dificultar a coisa, e por vezes até se acrescentava umas quantas lombas, para dar outro ânimo à coisa, e dar tanto mais dificuldade, como mais emoção. Para chegarmos ao final, era necessário ir dando uns piparotes com os dedos, para que a carica avançasse na pista. Quando saía da pista desenhada, tínhamos que voltar à jogada inicial, e perdíamos assim oportunidade de avançar um pouco na jogada.

O vencedor, obviamente, era o primeiro a cruzar a meta. E havia pessoal que fazia n coisas com caricas, desde colocar algo na parte interior para que esta tivesse mais força, a esfregar algo na parte de baixo da carica, para que esta deslizasse melhor, tudo valia para se ganhar vantagem.

Mais uma daquelas brincadeiras em que nos sujávamos um pouco, discutíamos, mas nos divertíamos muito também.


Imagem do site Mais Opinião









Sem comentários:

Enviar um comentário