... dos Ace of Base - Ainda sou do tempo

quinta-feira, 4 de abril de 2013

... dos Ace of Base


Ace of Base foi um dos grupos que marcou a década de 90, com as suas músicas pop alegres e que contagiavam as pistas de dança por todo o mundo. Três singles dominaram a tabela Billboard e os top's mundiais vendendo mais de 30 Milhões de discos e se tornando um dos maiores ícones dos anos 90.

Três irmãos Suecos, Jonas ‘Joker’ Berggren, Malin ‘Linn’ Berggren e Jenny Berggren, juntaram-se a Ulf ‘Buddha’ Ekberg e formaram a banda Ace of Base em Gotemburgo na Suécia, que lançaram 4 discos entre 1992 e 2002 que venderam mais de 30 Milhões e fizeram com que fosse o 3º grupo de maior sucesso vindo da Suécia (atrás dos Abba e Roxette).

O seu primeiro álbum, Happy Nation/The Sign, tornou-se um dos discos de estreia de maior sucesso de todos os tempos, conseguindo colocar três músicas no top da Billboard nos Estados Unidos: All That She Wants, The Sign e Don’t Turn Around.


Tendo alcançado o sucesso também na Europa e na Ásia, a banda desdobrava-se em concertos um pouco por todo o lado e em aparições em programas de Televisão.

Por cá também fizeram sucesso com este primeiro álbum, e as suas músicas eram umas das mais tocadas na rádio na 1ª metade da década de 90.

O seu segundo disco ainda teve algum sucesso, mas o grupo foi perdendo o fôlego e os seus singles já não tinham o mesmo impacto nem o mesmo sucesso.

Começou a desaparecer de cena, a mudar de integrantes e nunca mais conseguiu uma música de sucesso. No entanto os seus três primeiros singles continuam ainda hoje a ser tocados em festas e a terem uma boa aceitação por parte do público presente.












3 comentários:

  1. Hora de pensar no post sobre eurodance

    ResponderEliminar
  2. Além desses temas, recordo "Wheel of Fortune" e "Happy Nation" do primeiro álbum e "Lucky Love" e "Beautiful Life" do segundo álbum.
    Creio que os Ace Of Base perderam o mojo quando a loira Malin deixou de cantar e só colaborou como teclista nos álbuns seguintes, alegadamente por problemas de depressão (que terão começado quando uma fã alemã tresloucada tentou atacar com uma faca a sua irmã Jenny e a mãe de ambas). A morena Jenny passou a ser única vocalista do grupo mas ela não tinha o carisma de Malin.
    No início da adolescência, Ulf Ekberg fez parte de um gang de skinheads e embora diga que já há muito que não acredita nessas ideologias, persistem teorias de que alguma canções do grupo como "Happy Nation" têm conotações neo-nazis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é muito hardcore lol mas pessoas ouvem o que querem às vezes

      Eliminar