sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

... das Bombas de Carnaval


Não sou nada fã da época Carnavalesca, mas quando era criança havia coisas que atenuavam todo este "Carnaval", e uma delas era as bombinhas e as bombas de Carnaval que todos utilizavam.

As que eu mais usavam eram aquelas bombinhas vermelhas pequenas, que vinham normalmente numa fileira todas unidas umas às outras e faziam barulho mas não eram assim tão perigosas. Era mais umas que se podia comprar facilmente um pouco por todo o lado, e normalmente o pessoal gostava de as colocar dentro de um tacho para que o barulho fosse mais intenso e desse mais impacto à coisa toda.

Depois havia os foguetes e bombas variadas que faziam muito mais barulho e eram bastante mais perigosas. Não eram tão fáceis de encontrar, e só os meninos mais velhos apareciam com estas coisas e se tornavam logo grandes heróis junto do resto do pessoal.

Uma das preferidas era a chamada "Abelha Maia", que quando acendida rodava apresentando várias cores antes de explodir. Era bastante cara, para a altura, e vinha com uma imagem "adulterada" da Abelha Maia na embalagem.

Eram outros tempos em que isto era relevado pelos adultos, que sabiam que brincávamos com isto mas davam-nos apenas pequenos sermões e pouco mais.






2 comentários:

  1. Só me lembro dos "estalinhos"... papel estilo seda com um pouco de pólvora...
    E de existirem umas armas de plástico em que dava para carregar uns estalinhos inseridos numa geringonça vermelha de plástico. E quando se apertava o gatilho, o som era de um estalido. Também era pólvora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahaha sim, pistola fulminantes, também ia falar disso mas decidi fazer pausa

      Eliminar