quarta-feira, 4 de novembro de 2020

... do Candeeiro a Petróleo


Um objecto muito útil, e uma presença constante em muitas casas portuguesas.
 

Candeeiro a Petróleo, foi um objecto muito importante nas casas Portuguesas, em especial no interior e nas Aldeias, até a década de 70 onde começou a cair em desuso e a perder terreno, quer para a electricidade, quer para outros meios de iluminação.

A minha avó entrou no Século XXI ainda a usar candeeiros a Petróleo, nunca chegou a ter electricidade, e por ela tudo bem, aquilo até dava um ar acolhedor quando nos sentávamos todos ali no sofá à conversa, iluminados apenas pela luz desse candeeiro. Mesmo o cheiro que o mesmo emitia não era incomodativo, e a parte mais chata era apenas o cuidado que se tinha que ter ao encher o mesmo com Petróleo, para que não se entornasse nada.

Uma das grandes vantagens deste objecto, era o ser fácil de transportar de divisão para divisão, e podia-se regular a intensidade da luz, mexendo no regulador que puxava para cima ou para baixo a faixa que estava embebida em petróleo, e que dava a luz necessária a todos nós. O aparelho em si chega a ser económico, já que dura muito mais que umas velas (e ilumina mais que elas também), e lembro-me de ir comprar o petróleo à drogaria em períodos de tempo bem espaçados, apesar de ser um produto usado todos os dias logo a partir das 18h (horário de inverno).

Tinha um na minha casa, mas só era usado quando faltava a luz mas lembro-me de passar alguns serões a ler apenas com a luz deste candeeiro, e de alguma forma aquilo melhorar a experiência toda, e parecer que o livro sabia-me melhor lido daquela forma.















0 blogger-facebook:

Publicar um comentário