quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

... da série Doido por ti - Mad about you


Ainda sou do tempo em que o horário da Madrugada na TVI era mais visto do que o horário nobre. Todos falavam das séries que davam nesse horário, e tudo começou com uma comédia, a Doido por Ti (Mad about You) entre 1996 e 1999.

Paul Reiser e Helen Hunt eram
 Paul e Jamie Buchman, um casal moderno, que vivia num apartamento de Nova Yorque com o seu cão Murray. Como vinham de mundos um pouco diferentes, ele era um cineasta e tinha uma filosofia mais de "deixa andar", ela era mais executiva e pragmática com empregos de escritório, tinham uma relação muito peculiar.

A família de ambos era um excelente elenco secundário, Ira (John Pankow) era o primo de Paul que vivia com esquemas para ganhar mais dinheiro, e que acaba por ficar com o negócio dos seus tios, os pais de Paul, Burt (Louis Zorich) e Sylvia (Cynthia HarrisBuchman. Burt era um velhote simpático e ingénuo, enquanto que Sylvia era a típica sogra que tratava a nora com uma hostilidade disfarçada com sarcasmo e bocas ocasionais.

Existia ainda a irmã de Jamie, Lisa Stemple (Anne Ramsay), que era uma cabeça no ar sempre a criar  problemas para o casal, o casal amigo constituído por Fran (Leila Kenzle) e Mark (Richard KindDevanow, ambos neuróticos mas sempre dispostos a ajudar os seus amigos, e a irmã de Paul, Debbie Buchman (Robin Bartlett) que acabaria por se assumir como lésbica a dada altura da série.



Os diálogos eram bem engraçados, e os argumentos deixavam sempre o casal em situações interessantes, em especial devido à teimosia deles em determinados assuntos. A série não envelheceu mal, mostra situações que podem acontecer a qualquer casal mesmo nos dias de hoje. Até quando chega um bebé à vida do casal, a comédia continua, como num episódio em que a criança não pára de chorar e têm que descobrir como evitar isso, acabando dentro de um Táxi para o bebé adormecer com o movimento.

Os convidados eram sempre divertidos, como o grande Mel Brooks que fazia de tio excêntrico do Paul, ou os ocasionais Hank Azaria, que passeava o cão dos Buchmans, e Lisa Kudrow como a empregada de café Ursula que seria aproveitada mais tarde em Friends.

O genérico da série assentava numa música escrita por Reiser, Final Frontier mostrando na letra muito do espírito do programa. Foram sete temporadas, de 1992 a 1999 e os 164 episódios mantiveram uma qualidade rara em séries do género. Ria-me bastante com a série, e ainda hoje consigo esboçar sorriso em algumas das situações que o casal se mete, devido a pensarem sempre de uma forma peculiar em relação aos outros ao seu redor.














0 blogger-facebook:

Publicar um comentário