terça-feira, 27 de novembro de 2018

... do Ion Timofte


Com um pé esquerdo fantástico, Timofte foi um dos estrangeiros a deixar o seu nome na história do futebol português, marcando a década de 90 ao serviço do Boavista e do Porto.

Ion Timofte naceu a 16 de Dezembro de 1967 na Roménia, começando a sua carreira profissional num clube local em 1987, dando nas vistas quando ingressou no Timisoara em 1989, saindo para o FC Porto em 1991.

Nos Dragões começou logo a mostrar a sua qualidade, com um pé esquerdo muito forte e uma técnica acima da média, foi conquistando o seu espaço na equipa, primeiro com Carlos Alberto Silva, e tornou-se uma das peças fundamentais de Bobby Robson, e foi fulcral na conquista do título em 92/93, com 11 golos marcados.

Apesar de ter uma fraca compleição física, era um excelente playmaker, jogando no centro do terreno e alimentava os avançados do clube com passes fantásticos. Para além disso, também marcava golos, muitos com o seu pé esquerdo, mas um ficou na memória por ter sido com o pé direito, perto dos 90 minutos no estádio da luz, que deu a vitória aos de azul por 2-3.

Saiu das antas na temporada de 1993/94, mas não foi para longe, assinando pelo Boavista do Major Valentim Loureiro. Continuou a espalhar magia pelos relvados portugueses, marcando 25 golos em duas épocas do Boavistão, e ajudando os axadrezados a conquistar um 4º e 2º lugar. Curiosamente saiu antes do clube ser campeão, faltando esse título com o Boavista.

Na selecção não teve muitas oportunidades, o que é de estranhar, com a qualidade que apresentava dento de campo. Quem mais era fã?











0 blogger-facebook:

Publicar um comentário