... do chocolate em pó Milo - Ainda sou do tempo

sexta-feira, 23 de março de 2018

... do chocolate em pó Milo


Já falei aqui de alguns achocolatados, produtos bastantes populares em Portugal, e hoje recordo o Milo. Um produto da Nestlé, que começou a ser comercializado por cá nos anos 50, e tornou-se um dos preferidos dos portugueses.

O produto foi idealizado por Thomas Mayne, e começou a ser distribuído pela Nestlé em 1934, em Sydney, Austrália. O nome Milo, diz-se que vem do mítico atleta grego Milon de Crotona, e propunha-se a melhorar o nosso rendimento desportivo, com um produto que, apesar do chocolate, vinha carregado de vitaminas e coisas boas para a saúde.

O produto tornou-se um dos mais populares da Austrália, onde ainda hoje é comprado regularmente e é constantemente associado à pratica de desporto nesse país, chegando a patrocinar associações e clubes australianos.

Foi natural que a Nestlé começasse a internacionalização do produto, e este acabou por ficar bastante popular na Ásia e África, acabando depois por conquistar muitos países da América do Sul (como o Brasil). Em Portugal surgiu na década de 50, e apesar da forte concorrência, tornou-se um dos preferidos, e as suas campanhas de marketing eram bem conhecidas. A sua lata verde competia assim taco a taco com as outras marcas no mercado, e mesmo nos anos 80, era um dos mais vendidos por cá.

Foto Estúdio Horácio
Foi uma das marcas em Portugal a apostar forte no apoio à selecção Portuguesa no mundial do México, em 1986, e a dada altura existiu uma colecção de futebolistas que fez a delícia da criançada.

Com um forte sabor a Cacau, era um daqueles chocolates em pó que podia ser misturado na água ou no leite, quente ou frio, e apesar de muitos preferirem colocar muita quantidade dentro de um copo, devia-se colocar só uma ou duas colheres.

Saiu do nosso mercado no início da década de 90, mas nunca foi esquecido pelos portugueses. que mandavam mensagens à Nestlé para esta voltar a distribuir o produto por cá, já que este continuava a ser comercializado noutras zonas do planeta.

Em 2013 esse pedido foi aceite, a Nestlé decidiu reintroduzir Milo no nosso país, e fez uma grande campanha publicitária, apostando nas redes sociais, onde pedia fotos dos consumidores que provasse que eram verdadeiros desportistas.

Quem era fã do Milo?

Foto retirada de um artigo em Dinheiro Vivo.pt
Foto da fundação Calouste Gulbenkian