... dos Livros de Fiado - Ainda sou do tempo

domingo, 20 de agosto de 2017

... dos Livros de Fiado


Quem deixou alguma vez uma conta pendurada na mercearia, taberna ou drogaria? Durante muitos anos, era comum existir um livro nos estabelecimentos, onde os donos escreviam o valor da dívida contraída por algum cliente. Não digo que não seja algo que já não exista, mas já não é tão usual como noutros tempos.

As razões eram várias, podia ser o faltar dinheiro naquele momento ao cliente em questão, fosse este habitual ou não, ou então (este mais nos habituais) iam-se apontando todas as compras, e o cliente pagava só no final do mês. Confesso que cheguei a ter que usar isto na mercearia onde ia, e era sempre uma sensação desagradável o saber que o meu nome estava ali, não por vergonha ou assim, mas mais por não querer mesmo. Foram sempre razões pontuais, e sempre saldadas, facto que fazia com que muitas vezes o dono sugerisse que eu levasse algo, e ele apontaria ali, mas eu acabar por não levar.

O livro era imponente, bastante comprido (mas não muito largo) e por vezes bem espesso, tudo dependia do estabelecimento. A mercearia era sempre a que tinha o livro de maior espessura, e são estes estabelecimentos que ainda usam este tipo de livros, muito por causa de uma clientela mais velha (e habitual) que prefere pagar quando recebe a reforma.

Quem deixou alguma vez uma conta pendurada num destes?


Foto retirada do blog canalhamiuda

Foto retirada do blog Santa Nostalgia
Foto retirada do blog Santa Nostalgia