0

Foi uma das prendas de Natal mais desejadas dos anos 80, os que a conseguiram eram alvo de inveja, e os outros ficavam a chorar, com a esperança de o poder receber no ano seguinte. O Castelo de Grayskull parecia algo imponente, e sendo um dos maiores destaques do desenho animado, normal que fosse também algo muito apetecível.

O Castelo de Grayskull era um dos locais mais importantes do universo que era mostrado nos desenhos animados de He-Man e She-Ra. Tinha uma aura de mistério em seu redor, sabíamos apenas que abrigava uma fonte de poder muito importante, onde vivia a feiticeira Zoar e servia de refúgio para He-Man e os seus companheiros.

Logo no genérico de ambos os programas, o castelo tinha grande destaque, já que ambos os heróis precisavam de erguer as suas espadas e recitar algo para obter os seus poderes. O design era algo impressionante para uma criança dos anos 80, uma grande fortaleza de pedra, com duas torres frontais a ladear a entrada que tinha a forma de um crânio. A boca tinha a ponte levadiça, com uns enormes dentes na lateral. Os anúncios nas revistas de BD ainda nos fazia o querer mais.

Os bonecos dos Masters do Universo já eram carotes, muitos (como eu), nunca tiveram nenhum e era algo que magoava um pouco. O Castelo era algo ainda mais caro e quase inatingível, e fiquei feliz quando consegui ter um já com mais de 30 anos de idade, uma prenda bem estimada de um amigo de infância. Quem teve um?










Enviar um comentário Blogger