0

O conceito da Máquina de furos dos chocolates Regina era um pouco estranho, mas a verdade é que todos nós achávamos piada e queríamos experimentar a nossa "sorte". Nunca se ficava a perder, só que em vez de pagarmos e escolhermos o sabor do chocolate que queríamos, com esta máquina não sabíamos o que nos podia calhar.

Para além de presença habitual nos cafés, tascas e mini mercados, a Regina fazia edições especiais para festas e para a feira popular. Ficou na memória de todos quando, no começo da década de 60, o presidente da república Américo Thomaz apareceu a experimentar uma destas máquinas. Um aparelho com cartela amovível, a qual tinha 140 furos que davam direito a uma bola colorida que iria corresponder ao chocolate que nos seria depois entregue.

Uma das razões aventada para a razão da sua retirada, era que era considerada uma máquina de jogo de azar. Em 2014 foi reeditada uma versão da máquina, e foi lançada até uma versão portátil para se usar em casa. Quem usou uma destas?











Enviar um comentário Blogger