0

Um de filmes de terror que mais gostei de ver, uma demonstração do quão cruel pode ser a vida no liceu e uma boa dose de horror psicológico. Carrie tem a particularidade de ser o primeiro livro de Stephen King, e também ser a primeira adaptação de uma obra do autor ao cinema.

O filme foi realizado por Brian De Palma, tendo estreado em 1976 e se tornado um filme de culto, com a cena icónica da jovem banhada em sangue a ser parodiada ao longo dos anos em diversas séries, filmes e desenhos animados. O filme serviu de rampa de lançamento para muitos jovens actores como Nancy Allen ou John Travolta, enquanto que Sissy Spacek teve uma magnífica interpretação no papel da pobre jovem Carrie, acompanhada por Piper Laurie, que brilhou no papel da sua mãe. Ambas acabaram por receber nomeações para Òscares, prova da qualidade da sua actuação.

A história mostra-nos como a jovem Carrie sofria de bullyng constante no liceu, e como isso começa a piorar, quando ela entra em pânico por lhe surgir o período enquanto ela tomava banho com as restantes colegas. Vemos que enquanto ela é gozada, aconteciam algumas coisas estranhas, como lâmpadas rebentarem do nada, ou coisas caírem de móveis sem nenhuma explicação. Se a vida de Carrie era má no liceu, por casa as coisas não eram melhores, com uma mãe que era uma fanática religiosa e que abusava verbalmente dela.


Na escola as coisas pareciam melhorar quando foi convidada para o baile, mas o casal popular interpretados por Nancy Allen e John Travolta decidem abater uns quantos porcos para encher um balde com o seu sangue. Eles colocam esse balde por cima do palco, e quando Carrie é chamada lá, leva com aquilo tudo, numa cena mítica e perturbadora. Enquanto está ali a ser gozada por todos, começam a acontecer coisas estranhas que acabam por matar todos dentro do ginásio e este acaba por pegar fogo.

Ao sair do ginásio, Carrie começa a ir a pé para casa, mas o casal Allen-Travolta não estava contente e tentam atropelá-la, mas são vitimas do seu poder, já que ela faz com que o carro capote e acabe por cair e explodir. Ao chegar a casa conta tudo enquanto é confortada pela sua mãe, que sugere que comecem a rezar para que as coisas melhorem. Mas Carrie acaba por ser esfaqueada nas costas pela sua própria mãe, e ela acaba por usar os seus poderes e matar a sua mãe com os utensílios básicos de uma cozinha. Atormentada por tudo o que tinha acontecido, perde controle e acaba por incendiar a  casa toda e a fazer desabar.

Em 1999 saiu uma sequela que foi um fracasso completo, e em 2013 apareceu um remake que não teve o mesmo impacto do original. Para além disso existiu um filme para tv e um musical. Quem mais ficou fã de King por causa deste filme?











Enviar um comentário Blogger