0

Ben Johnson foi uma das figuras do atletismo dos anos 80, pelos melhores e pelos piores motivos, batendo recorde atrás de recorde até ter sido apanhado por doping. Protagonizou uma rivalidade com o atleta Carl Lewis, proporcionando grandes momentos desportivos e a um duelo que entusiasmou tudo e todos.

Benjamin Sinclair Johnson nasceu na Jamaica a 30 de Dezembro de 1961, indo para o Canadá aos 15 anos e foi por esse pais que começou a competir profissionalmente. Em 1982 venceu duas medalhas de prata nos jogos commonwealth, uma nos 100 metros e outra na equipa de estafetas de 100 metros. Nos jogoos Olímpicos de 1984 chegou no terceiro lugar nos 100 metros, conseguindo o bronze, atrás de Carl Lewis e Sam Graddy, cimentando o seu lugar de homem mais rápido do Canadá.

Aí começou a rivalidade com Lewis, perdendo os próximos 8 confrontos mas começando depois a vencer alguns desses confrontos, chegando ao mundial de 1987 como o grande favorito. Batendo o recorde mundial mais uma vez, Johnson tornou-se uma estrela, assinando contratos de publicidade que o colocaram no mapa de todos, mesmo os que não seguiam o desporto. Lewis começou uma campanha de difamação, acusando-o de usar dopng e de o vencer por causa disso.



No duelo nos JO de 88, Lewis dizia que iria vencer, após ter batido o seu rival no campeonato do mundo de 1987, mas Johnson venceu a medalha de Ouro, medalha que foi retirada logo depois quando descobriram doping que ele usava. Aí foi o começo do fim, com o atleta e o seu treinador a admitirem o uso de substancias proibidas e que o faziam para poder acompanhar os outros que também se dopavam.

Muitos diziam que isso era verdade, que a generalidade dos atletas nos 100 metros usavam doping, tornando tudo muito complicado de julgar. No Canadá as reacções não se fizeram esperar, passando de bestial a besta tão rápido como os recordes que ele batia. Foi suspenso no final da década, voltando a correr só no começo dos anos 90, arrastando multidões que queriam ver o seu ídolo a vencer de novo. Ainda foi aos JO de Barcelona em 1992, mas não se conseguiu apurar para a final.

Começou a desaparecer dos certames internacionais, aparecendo nas notícias mas nunca pelas melhores razões. Quem era fã?













Enviar um comentário Blogger