0

Foi a consola portátil mais popular de sempre e tornou-se um dos objectos mais desejados dos anos 90, o Game Boy tornou-se sinónimo de diversão e uma das imagens de marca da Nintendo Nunca tremeu perante a concorrência e foi se adaptando aos tempos sofrendo algumas reformulações até ser substituído pela Nintendo DS.

Criado por Gumpei Yokoi, foi lançada em 1989 na América do Norte e Japão e em 1990 foi a vez dos Europeus poderem jogar nesta nova consola que se podia levar para qualquer parte. Um design simples e ergonómico, levando pilhas e podendo se jogar diversos jogos, bastando para isso trocar de cartuchos.

Yokoi começou a desenvolver o aparelho em 1986, tentando conciliar o melhor da Famicom (consola familiar de enorme sucesso) e o Game & Watch, primeira incursão da Nintendo na diversão portátil. Tudo foi bem pensado no protótipo, cabia perfeitamente no nosso bolso, as pilhas podiam durar até 20 horas com um ecrã a preto e branco a servir perfeitamente as nossas necessidades.


O display de cristal líquido monocromático com um fundo verde era perfeito para os jogos de 8 bits a preto e branco, e o facto de poder ser comprado já com o cartucho do Tetris ajudou a que se tornasse logo imensamente popular. Existiam alguns jogos que  podiam ser jogados por mais que uma pessoa, podendo usar o cabo game link.

Apesar da concorrência da colorida Game Gear, a aceitação do Game Boy era imensa e só sofreu uma reformulação em 1996, com o lançamento do Game Boy Pocket, mais pequeno e compacto, um display com mais brilho e nitidez mas a mesma diversão. Em 1998 a Nintendo decidiu lançar o Game Boy Color, que tinha a tão desejada cor, permitindo jogar na mesma os cartuchos das suas antecessoras.

Em 2001 assistiu-se ao lançamento do Game Boy advance (que teve direito a uma versão melhorada mais tarde), que pela primeira vez mudou o estilo do display para algo mais horizontal, sendo que em 2004 saiu a Nintendo DS, abandonando assim o nome Game Boy. Quem teve um?














Enviar um comentário Blogger