0

Naybet foi um dos melhores estrangeiros a jogar pelo Sporting Clube de Portugal, e um dos melhores defesas centrais que passou pelo nosso campeonato. Um jogador cheio de classe que ajudou a quebrar o jejum do clube leonino e que deixou saudades na sua massa associativa.

Nascido a 10 de Fevereiro de 1970 em Casablanca, Marrocos, Nourredine Naybet cedo começou a dar nas vistas, e aos 22 anos foi o capitão da selecção Marroquina que disputou os Jogos Olímpicos de Barcelona em 1992, o que acabou por lhe abrir as portas da Europa onde jogou pelo Nantes de França.

Foi titular na única temporada que por lá passou, indo parar ao Sporting de Sousa Cintra na temporada de 1994/95, para colmatar a saídas de Valckx.  Juntamente com Marco Aurélio assumiu-se logo como patrão da defesa e um dos preferidos dos adeptos leoninos, chegando a marcar dois golos, provando que podia ser útil na grande área contrária também. Foi peça fulcral para a conquista da Taça de Portugal, quebrando assim o jejum de título do clube de Alvalade.



Na temporada seguinte marcou 3 golos, continuando as suas boas exibições no centro da defesa, ajudando a equipa a vencer a supertaça e a chegar à final da Taça de Portugal, onde perdeu com o Benfica. Infelizmente foi vendido no final dessa temporada ao Desportivo da Corunha, a preço de saldo, onde esteve durante 8 anos, despertando a cobiça de grandes como o Manchester United ou o Real Madrid, devido a apresentar sempre boas exibições num campeonato competitivo como o Espanhol.

Venceu uma Liga, uma Taça do Rei e duas Supertaças e ganhando empatia com os adeptos, tendo tido direito a cânticos e tudo. Teve alguns atritos com o treinador Irureta e foi terminar a carreira para Inglaterra, alinhando pelo Tottenham de 2004/2005 a 2005/2006. Pela selecção do seu país foi sempre titular e esteve presente nos Mundiais de 94 e 98.

Foi um dos meus preferidos e que ajudou a trazer tranquilidade a uma defesa que não primava pela segurança.



















Enviar um comentário Blogger