0

Nos bons velhos tempos da TVI, a série Marés Vivas anunciava sempre a chegada do Verão. Foi repetida por diversas vezes, sempre com sucesso e ficando para sempre na memória de todos.

Baywatch foi transmitida pela primeira vez pela NBC em 1989, mas a coisa não correu muito e as fracas audiências fizeeram com que fosse cancelada na primeira temporada. David Hasselhoff via potencial no programa e tentou coloca-lo em “syndication”, ou seja vender a diversos canais de cabo e fazer com que estes transmitissem as restantes temporadas. O sucesso foi estrondoso e tornou-se um fenómeno mundial.

Curiosamente a primeira vez que Portugal teve contacto com isto, a coisa também não correu muito bem, foi transmitida pela RTP ao fim de semana no começo da década de 90, a coisa não correu muito bem e a série foi rapidamente arquivada. A TVI resgatou-a no verão de 1995 e começou a transmitir todos os dias ao final da tarde, tornando-se rapidamente um grande sucesso.

Com o nome Marés Vivas, a série foi bem publicitada e ajudou a cativar para a Quatro (como era conhecido na altura) um público mais jovem, numa altura que tinham chegado da praia e não queriam ver nem novelas nem telejornais. Era o horário ideal para ela e não foi de espantar quando depois começou o boca a boca nos liceus, e tudo quis começar a seguir a série das meninas em fato de banho a correr pela praia em câmara lenta. No Brasil ficou conhecida como SOS Malibu.



Podíamos assim ver o nosso “Michael Knight” num novo papel para além de umas meninas muito agradáveis à vista. Hoff era Mitch Buchannon, um pai divorciado que cuidava do seu filho Hobie enquanto chefiava uma delegação de salva-vidas de uma das praias mais movimentadas dos EUA.
As tramas dos episódios centravam-se nas ligações amorosas entre os diversos protagonistas e em situações de perigo na praia, que iam desde o afogamento de pessoas a criminosos que iam lá parar e causavam perigo a tudo e todos ou mesmo terremotos ou ameaças nucleares. Tínhamos por isso desde cenas normais na vida de um salva vidas, a uma série quase policial por vezes, mas tudo de uma forma leve e dinâmica que nos fazia ficar vidrados no ecrã.

Pessoal torneado e em forma, todos besuntados para aparecer da melhor forma nas corridas que faziam na praia, corridas essas que eram costumeiras e sempre filmadas em slow motion, para se mostrar tudo do salva vidas que estava ali a correr, fosse homem ou mulher. A série de beldades que desfilaram pelas diversas temporadas era de fazer inveja a Hugh Heffner, e tantos homens como mulheres foram ganhando destaque devido ao tempo que passaram nesta série.

Yasmine Bleeth, Pamela Anderson, Carmen Electra, David Charvet, David Chokachi, Geena Lee Nolin, Donna D’Errico e José Solano são alguns dos nomes que passaram por lá. Gostava bastante de ver a série, para além do “eye candy” da mesma, os episódios eram simples e descontraídos e tinham quase sempre uma boa dose de humor. Adorei os episódios de um que quis fazer uma série baseada em Salva vidas :D. Foram bem divertidos.

Foram 11 temporadas e mais de 242 episódios, ficando no livro do Guiness como uma das séries mais vistas em todo o mundo acabando somente em 2001 numa temporada filmada no Hawaii.





Enviar um comentário Blogger