0

Como no post de ontem, o filme que falo hoje aborda uma história que tem décadas. a de alguém trocar de corpo com outra pessoa para assim ver que a pessoa que criticava tem também os seus problemas. Um Dia de Doidos é apenas mais um a utilizar esta premissa, mas foi um dos mais interessantes e com duas belas interpretações das actrizes principais.

Freaky Friday (Sexta-Feira muito louca no Brasil e Um Dia de Doidos em Portugal) foi uma comédia da Disney, pelo selo Buena Vista, de 2003, baseado no livro do mesmo nome de Mary Rodgers. Realizado por Mark Walters, conta com Jamie Lee Curtis e Lindsay Lohan nos principais papéis, sendo um sucesso de bilheteira e bastante aclamado pela crítica.

Curtis foi nomeada para um Globo de Ouro, e a sua interpretação aquando a passagem para adolescente é algo que ajuda a que o filme atinja outro nível, a transformação que sofre (física e mentalmente) é extremamente radical e algo bem interessante, apesar de que Lohan também fez bem a sua parte, mas esteve sempre melhor enquanto era ela própria.

Curiosamente Curtis nem foi a primeira escolha, entre algumas das actrizes pensadas estava Jodie Foster, que tinha sido a filha no filme de 1976, do qual este é de alguma forma um remake. Foster recusou porque achava que as pessoas iriam pensar demasiado na gimmick de ter feito parte da outra película e não apreciando a actuação das actrizes principais.


A Dra. Tess Coleman (Curtis) tem problemas na sua relação com a sua filha de 15 anos, Anna (Lohan), tendo problemas e discussões quanto à roupa, cabelo, música e, obviamente, quanto aos homens. Numa quinta-feira de manhã, a situação atinge o limite num jantar num restaurante Chinês com o noivo de Tess e o resto da família.

Isto porque Anna tem aspirações musicais e Tess, uma viúva prestes a se casar pela segunda vez, não a deixa ir a um ensaio importante porque calha no jantar de véspera do casamento.. Subitamente tudo se modifica quando dois biscoitos da sorte chineses, idênticos, oferecidos pela mãe da dona/gerente do restaurante causam um pequeno desastre. A manhã seguinte, uma sexta-feira, transforma-se em caos, quando mãe e filha se vêem no corpo uma da outra.

Depois o filme vive das situações hilariantes em que duas pessoas de idades bem diferentes trocam de corpo, especialmente da adolescente no corpo da mãe, modificando logo sua forma de vestir, cabelo e até piercings. O filme está pensado para agradar a família toda, até nos actores escolhidos, que conseguem assim prender a atenção de todos os elementos da família.

Como em todas as histórias do género, a coisa só se resolve quando aprendem a lição, e percebem o que cada uma sofre na sua própria vida e assim entendendo melhor a forma como agem e vivem a vida.
















Enviar um comentário Blogger