0

Um dos jogos de computador que marcou a década de 90, originando uma franquia de sucesso e viciando muitos de nós neste título de estratégia em tempo real. Command & Conquer colocava duas facções super poderosas frente a frente, em combates que visavam controlar uma substância chamada Tiberium.

O estúdio Westwood desenvolveu o título Command & Conquer no começo da década de 90, depois de ter estado envolvido no Dune II e aproveitando o clima de guerra que havia com a Guerra do Golfo ainda na memória de todos. Lançado pela Virgin em 1995, o estilo moderno de estratégia em tempo real, começou a conquistar o público, especialmente por causa das cenas de vídeo que era algo que dava um ar mais realista à coisa e nos envolvia em todo aquele argumento.

Vendeu mais de três Milhões de cópias e ganhou inúmeros prémios, originando várias sequelas e o tornando numa franquia de sucesso. Saíram versões para DOS, Windows, Saturn, Playstation e Nintendo 64, Lembro-me de todos que tinham PC na altura ansiavam por ter este jogo, e falava-se no liceu das coisas que se podia fazer nele.

Tínhamos duas facções, podendo escolher ser um comandante da GDI (no cenário de guerra europeu) ou do grupo Brotherhood of Nod (em África). Lutava-se por causa dos cristais de Tiberium, que viajavam com o meteorito que caiu junto do rio Tibre, na Itália. Essas partículas sobreviveram ao impacto e começaram-se a reproduzir rapidamente, absorvendo os minerais da terra e dos seres vivos.



Em pouco tempo, grande parte da superfície terrestre está coberta pelos cristais. Descobriu-se que as substâncias presentes nos cristais são de elevado valor, pelo que a mineração dos mesmos se tornou uma importante atividade econômica.

Um grupo terrorista, The Brotherhood of Nod, liderado por Kane, começa a minerar os cristais de Tiberium em grande quantidade, para financiar as suas atividades terroristas, comprar armas e subornar governos. Em pouco tempo, o poder económico do grupo é tal, que este é declarado como uma das grandes potências mundiais, controlando vastas áreas e possuindo grande quantidade de armamento. Pouco depois, o grupo começa a invadir vários países um pouco por todo o globo, criando uma guerra à escala mundial. Um braço armado das Nações Unidas, a Global Defence Initiative (GDI), entra em acção, começando a combater as forças do grupo terrorista.

Para cumprir as missões, o jogador tem à sua disposição vários meios. O jogador pode construir edifícios de campanha, treinar infantaria e construir veículos, desde jipes a tanques, passando por unidades aéreas, cada um com a sua função específica. Por exemplo, as barracks (Casernas) permitem treinar infantaria, os humvees, devido á sua velocidade, são ótimas unidades de exploração, e os Chinooks são helicópteros de transporte.

Quem mais se viciou com este jogo?












Enviar um comentário Blogger