0

Hoje recordo uma mini-série que teve um enorme sucesso por cá, a que contava a história de dois irmãos que tinham vidas muito diferentes, eram na verdade um Homem Rico e um Homem Pobre.

Rich Man, Poor Man (Homem Rico, Homem Pobre), foi uma mini série de 1976, baseada no livro de 1969 de Irwin Shaw do mesmo nome. Foi transmitida pela ABC em nove episódios, sendo a segunda tentativa de um estúdio de televisão numa aposta em algo que não sendo uma série, podia cativar as pessoas da mesma forma e apresentar algo mais condensado. O sucesso foi tanto que abriu caminho a outros projectos do género, e ainda hoje continua a ser uma boa aposta por parte das estações e que atrai por vezes grandes nomes do meio.

Por cá foi transmitido pela RTP em 1980, em pleno horário nobre e cativou de tal forma o público nacional que foi repetido por diversas vezes ao longo da década, deixando todos rendidos ao talento de um jovem Nick Nolte. Para além de Nolte, tínhamos Peter Strauss e Susan Blakely nos principais papéis. Realizado por Bill Bixby e David Greene, o folhetim conta as atribulações da família Jordache desde o período que se seguiu à II Guerra Mundial até ao final dos anos 60.

Um irmão rico, Rudy Jordache (Peter Strauss), e um irmão pobre, Tom Jordache (Nick Nolte), são os elementos centrais da história. Falconetti, era o nome daquele que ficou como um dos mais famosos vilões da televisão, interpretado por William Smith, actor perito neste tipo de papéis. É justamente esta personagem que mata o irmão pobre. Uma morte que é depois vingada pelo irmão rico, que acaba por matar Falconetti. Podemos ver ainda Axel Jordache (Edward Asner)no papel  do patriarca da família Jordache , e claro Susan Blakely, a rapariga da história e alvo da paixão de um dos irmãos.

Foi nomeada para todas as principais categorias de Emmys, vencendo na categoria de realizador, banda sonora, actor convidado e actriz secundária.






Enviar um comentário Blogger