0

Um programa surreal como o próprio nome indica, mas um que teve bastante sucesso, quer na sua versão original quer em desenho animado. Bananas em Pijamas teve até uma variedade enorme de merchandising, tudo para capitalizar a loucura em torno de um programa que mostrava duas bananas em pijamas.

Carey Blyton, sobrinho de Enid Blyton, compôs em 1967 a canção que deu o mote para esta ideia, uma música que falava de Bananas em Pijamas e ursos, chegando inclusive a servir de genérico num programa infantil Australiano. Virginia Lumsden foi a produtora responsável pelo aparecimento deste programa que mostrava episódios de cinco minutos, com duas bananas em pijamas listados azus e brancos que fez um grande sucesso em diversos países.

Por cá foi transmitido pela RTP 2 em 1992, mas a coisa passou um pouco despercebida, o mesmo não acontecendo no Brasil, onde foi emitida pela SBT e Nickelodeon, com grande êxito. O programa original teve 7 temporadas, com mais de 300 episódios (terminando em 2000), enquanto que a versão animada produziu mais de 150 episódios ao longo de duas temporadas.

Os protagonistas são duas bananas antropomórficas chamadas de B1 e B2 (Vinil e Kasynk na versão portuguesa). Os outros personagens são Três Ursos (Amy, Lulu e Morgan), o Rato de Boné (Rat-in-a-Hat, na versão original)e um passarinho preto e mudo chamado Maggie (só apareceu em 3 episódios). As bananas, os ursos, o Rato de Boné e Maggie vivem na mesma vizinhança na Avenida dos Agrados. Tanto as Bananas quanto os ursos, o Senhor Rato e a Maggie foram interpretados por actores com trajes semelhantes aos Teletubbies. Nos primeiros episódios, as vozes dos personagens foram fornecidos pelas mesmas pessoas que estavam dentro do traje, mas depois decidiu-se duplicar as interpretações, devido ao cansaço dos actores pelo pesado e quente figurino que deviam levar.episódios.




















Enviar um comentário Blogger