0

Dumbo foi um dos filmes mais curtos da Disney, feito de uma forma simples e tornou-se um dos mais queridos filmes de animação do estúdio.

Depois do pouco sucesso comercial de Fantasia, os estúdios Disney encontravam-se em grande dificuldade financeira, e em Outubro de 1941 saiu então o quarto filme de animação do estúdio, Dumbo. Baseado no livro de Helen Aberson e Harold Pearl, esta era uma história que mostrava as dificuldades de um elefante que tinha umas orelhas gigantescas e era gozado por todos, só encontrando carinho e apoio na sua mãe e no seu amigo Timóteo.

A originalidade consistia no seu amigo ser um rato, algo que supostamente os elefantes têm medo, que trabalhava num circo e ajudou o pequeno elefante a descobrir que aquilo com que as pessoas gozavam, as suas enormes orelhas, podiam afinal ser uma grande vantagem. Dumbo começou então a voar e a descobrir que podia usar as suas orelhas para isso, ultrapassando todo o escárnio que havia sofrido e mostrado que algo diferente não quer dizer que seja algo mau, pode ser algo muito bom.

O filme foi dirigido por Ben Sharpsteen, produzido por Walt Disney e escrito por Otto Englander, Joe Grant e Dick Huemer. Estreou em Portugal na década de 40, e foi editado nos anos 80 em VHS numa dobragem Brasileira, algo comum no nosso país. Por ocasião do 70º aniversário do filme, foi editada uma versão em Português no dvd especial que saiu esse ano.

Para além do aspecto simples e delicado de tudo, existem cenas um pouco fortes, como os corvos a gozarem com Dumbo, ou a música com os elefantes cor de rosa. Com as restrições orçamentais, os animadores focaram-se muito mais na actuação das personagens que nos fundos de cenário, cenários esses pintados a aguarela o que dava um aspecto muito elegante a todo o filme.

Não é um dos meus favoritos, mas dos clássicos de animação até está no meu top 5. Quem mais viu este filme?


















Enviar um comentário Blogger