0

Foi uma das minhas bandas preferidas dos anos 90, fiquei completamente fã da sonoridade dos Cranberries e ainda hoje gosto de ouvir as suas músicas, que serão obviamente abordadas neste post.

Os Cranberries formaram-se no começo da década de 90, uma banda Irlandesa chamada então de Cranberry Saw Us formada pelos irmãos Hogan (Noel na guitarra e Mike no baixo), Fergal Lawler na bateria e como vocalista Niall Quinn, que deixou pouco tempo depois o grupo que colocou então um anúncio num jornal a pedir uma vocalista feminina. Dolores O'Riordan arrasou com a sua versão da música Linger e ficou então com o lugar.

Mudando o nome para Cranberries, o sucesso da sua demo tape não passou despercebido e começaram a chover convites de editoras discográficas. Depois de alguns problemas com o seu manager e o primeiro EP, eles contratam um novo e lançam o seu primeiro single, "Dreams" em Setembro de 1992, seguindo-se então um álbum em 1993, chamado Everybody Else Is Doing It, So Why Can't We?.

Não estavam a ter muita atenção de parte do público, mas isso mudou quando fizeram parte de uma tour dos Suede, fazendo a primeira parte deles, que chamou a atenção da MTV que decidiu começar a passar vídeos do grupo, especialmente o de "Linger".


O álbum subiu então a primeiro lugar do top UK, e a tour que fizeram com Duran Duran nos Estados Unidos fez com que a banda ficasse conhecida também nesse país e começasse então a sua escalada nos tops mundiais. Investiram então num segundo disco, No Need to argue, um pouco mais pesado do que o da estreia, mas com a sonoridade intensa que eles nos tinham habituado.

Rapidamente chegou a tripla platina, muito por culpa do single "Zombie", e mesmo em outros países tornou-se um sucesso de vendas, no Canada (5x) e nos Estados Unidos (7x), com outros 4 singles a serem tocados non stop, "Ode to My Family", "I Can't Be With You" e "Ridiculous Thoughts"

O terceiro disco,  To the Faithful Departed, lançado em 1996 não teve o mesmo sucesso comercial dos restantes, com o single "When you're gone" a ser o mais bem sucedido nas tabelas mundiais. Mas em 1999 o grupo voltou aos grandes sucessos, com o lançamento do álbum Bury the Hatchet.

"Promises", "Just My Imagination", "Promises" e "Animal Instinct" fizeram com que a banda tivesse sucesso um pouco por toda a Europa. No final do Século XX sucederam-se os concertos e eram presença regular na MTV. E foi nessa altura que os descobri, vendo na nossa TV Cabo os seus vídeos e começando depois a descobrir o resto da sua discografia.

Em 2003 começaram a apostar nas suas carreiras a solo, sendo que em 2009 aconteceu uma reunião que voltou a suceder em 2014. Alguém aí é fã do grupo?
















Enviar um comentário Blogger