0

Um daqueles filmes que todos queriam ver nos anos 80, dos que fazia o pessoal se reunir em casa de um que tivesse leitor de k7's e vibrarmos a ver as cenas de acção com um dos nossos actores preferidos. Arnold Schwarzenegger era a estrela principal em Predador, enfrentando um terrível ser espacial que se encontrava escondido numa selva no planeta Terra.

Predator (Predador) foi um filme de ficção científica com uma forte componente de acção, realizado por John McTiernan e com Arnold Schwarzenegger à frente de um elenco que tinha ainda Carl Weathers e Jesse Ventura. Marcou todos com as cenas misteriosas em que "víamos" pelos olhos do monstro, e também pelas cenas de luta entre o predador e Schwarzenegger.

Como em tantos filmes dos anos 80, vemos um grupo de soldados/mercenários numa missão de resgate, desta vez numa selva amazónica onde se vêem ameaçados por um inimigo invisível que desfigurava as suas vítimas, e no final percebe-se que é um ser doutro planeta, que para além de alguns poderes, tinha uma agilidade e força acima da média.

O filme passa boa parte como se fosse um filme de acção, completo com um grupo que retratava todos os clichés da altura, com  testosterona a mais e vontade de carregar no gatilho. A dada altura começa a apresentar sinais de filmes de terror e também de ficção científica, e foi toda essa mistura que ajudou ao sucesso da película. Carregado de one liners (quem não se lembra do Get to the choppa"), soube mesclar na perfeição os diferentes géneros, deixando sempre o de filme de acção em primeiro plano.


Todo adolescente ficava fascinado com isto, lembro-me de alugar o VHS e de ver mais dois vizinhos meus e de ficarmos deslumbrados com tudo aquilo. O elenco já era o suficiente para gostarmos, eram quase todos musculados e cheios de atitude, as cenas entre Schwarzenegger e Ventura transpareciam uma rivalidade que ia muito para além do que estava escrito no guião.

Weathers já era conhecido pelo seu papel em Rocky, e aqui demonstra também toda a sua capacidade para estrelar um filme de acção. Tínhamos ainda Sonny Landham, um actor meio índio e cheio de carisma, que protagonizou algumas das cenas mais interessantes. O grupo de soldados todo fardado e com camuflados, com a cara pintada prontos para acção deixavam logo tudo entusiasmado, mas o facto de ter também um alien ajudava a que este se tornasse um dos filmes mais procurados no videoclube.

O físico de Kevin Peter  Hall era impressionante, deixando o "monstro" com um ar bastante ameaçador, mais do que se mantivessem o plano original de ser Jean Claude Van Damme a vestir a armadura do extraterrestre. A visão térmica, como o alien via as coisas, era bem interessante, assim como a sua invisibilidade e a forma como sangrava. As cenas de luta foram muito bem feitas, não dá para esquecer também os truques que se usavam, como o facto de se encher de lama para não ser "visto" pelo predador.

Teve uma sequela pouco tempo depois, e muitos anos depois foi a vez de fazerem um crossover com outro "monstro" do cinema, o Alien. Quem mais é fã do Predador?











Enviar um comentário Blogger