0

A série Cosmos marcou muitas pessoas pelo simples facto de ensinar enquanto entretinha, uma qualidade ao alcance de poucos mas realçada pelo carisma do seu apresentador, Carl Sagan. Provou que algo do género podia ser transmitido em horário nobre, e mesmo assim conquistar audiências e cativar público com a sua qualidade.

Cosmos: A Personal Voyage foi uma série de 13 episódios transmitida pela PBS em 1980, tornando-se o programa mais visto dos Estados Unidos, lugar que só perdeu na década de 90 continuando mesmo assim a ser um dos mais vistos do canal em todo o mundo. Escrita por Carl Sagan, Ann Druyan e Steven Soter, foi apresentada por Sagan que tinha o à vontade e conhecimento necessário para nos fazer sentir interesse por todos aqueles factos científicos que nos eram ali apresentados.

Foi emitida em Portugal pela RTP em mais que uma ocasião e em diversos horários, lembro-me de ver isto no horário nobre na primeira metade dos anos 80. No Brasil deu na Rede Globo e na TV Cultura, chegando a originar um programa do género de produção Brasileira chamado "Poeira das estrelas", emprestando o nome de uma das frases de Sagan no programa original.


Marte, as estrelas, os extra terrestres, o universo em si era abordado em cada episódio de uma forma descontraída, elucidativa e bastante interessante. Com uns efeitos acima da média, a série assentava num bom texto, que era transmitido da melhor forma por Sagan que tinha um à vontade tremendo e uma relação extraordinária com a câmara, conquistando da melhor forma os telespectadores.

A banda sonora, que introduzia entre outros faixas de Vangelis, ajudava ao espírito que se pretendia e era realmente fantástico ver ali o apresentador a andar no meio do universo, como se fosse algo natural e a debitar informações preciosas de como as coisas se passavam à nossa volta.

Abriu os nossos horizontes para a ciência e mostrou-nos como mesmo sem ser num filme de ficção científica, o espaço era realmente algo de extraordinário. Saiu já dvd completo que trazia ainda mais extras sobre toda a produção, e recentemente foi feito um remake com textos de dois dos membros originais (Sagan entretanto já faleceu) e com um dos maiores nomes da ciência do Século XXI.







Enviar um comentário Blogger