0

Commando é um dos filmes mais marcantes da carreira de Schwarzenegger e um dos clássicos dos anos 80 na categoria "mortos e explosões a torto e direito", um daqueles filmes maus que devorávamos com todo o gosto e que nos recordamos até hoje de algumas cenas ou frases relevantes.

Foi em 1985 que o filme Commando estreou nas salas de cinema, dirigido por Mark L. Lester e com Arnold Schwarzenegger no principal papel, mostrando todo o seu lado musculado e também o seu lado cómico com bastantes tiradas ao longo da película (que ajudaram também a que o filme tivesse mais sucesso do que o esperado). Tornou-se um clássico de VHS que se alugava várias vezes, ou que se via várias vezes depois de se gravar numa Lotação Esgotada qualquer.

Foi assim que eu tive a minha cópia, e com direito a capa da Tv Guia também, e confesso que apesar de não ser muito fã deste género de guerra, adorava a estupidez de algumas das cenas e mais ainda as tiradas cómicas proferidas por um matulão com algum (mas já pouco) sotaque. Outra parte gira do filme é ver a Alyssa Milano novinha como filha de Arnold.

Na história vemos como John Matrix, um oficial reformado (Schwarzenegger) vivia numa cabana isolada com sua filha pequena e tentava fazer tudo de uma forma solitária e usando o seu portentoso físico para derrubar árvores ou caçar alimento.

O problema é quando o vêm avisar que andam a matar pessoas do seu antigo esquadrão, e nesse preciso momento é também ele atacado e vê a sua filha ser raptada.

Os mercenários pretendiam que Matrix leve a cabo um assassinato político, e ele tem que aceitar com receio que façam mal à sua filha. Mas cá fora tenta escapar a esse plano e ele próprio tentar recuperar a sua vida, com a ajuda de uma pobre hospedeira que se vê envolvida nisto tudo.

Depois há explosões e mortes com fartura, Schwarzenegger não tem problemas em bater em tudo e todos, desde polícias a bandidos, e sempre com aquela óptica dos anos 80, de um super homem com força para derrotar uns 10 de cada vez, mesmo que estes estivessem armados e ele não.

Mas ele também sabia se armar, desde grandes metralhadoras, granadas, facas e lança misseis, tudo servia para atingir o seu objectivo de recuperar a sua filhota e voltar à sua vida tranquila. Pelo meio existiam umas tiradas bem forçadas mas que tinham ainda mais piada por causa disso, tanto pelo ambiente do filme como por quem as dizia.



















Enviar um comentário Blogger