0

Uma das séries mais icónicas dos anos 80, são poucos os que não se lembram de ter visto (e vibrado) com os saltos daquele carro carismático enquanto dois primos fugiam à polícia. Os Três Duques davam-nos a conhecer uma América mais rural, misturando humor e açcão de uma forma que seduzia tudo e todos e até hoje continua na nossa memória.

The Dukes of Hazzard (Os Três Duques em Portugal e Os Gatões no Brasil) foi uma série Norte-Americana criada em 1979 por Jerry Rushing e Gy Waldron (que se baseou num filme que tinha feito em 1975 chamado Moonrunners) e transmitida pela CBS. Foram 7 temporadas, de 1979 a 1985 com 145 episódios que nos mostraram as aventuras de dois primos que viviam no meio da América rural, sendo assim uma variante agradável de todas as outras séries passadas na cidade.

Lembro-me de ver isto na RTP à tarde, mais ou menos no começo da década de 80, de achar piada às perseguições de carros e aos saltos que o carro dava, para além da forma como eles entravam para dentro dele. A música do genérico também era engraçada, mas nada a ver com o que estava habituado nas outras séries, era como se fosse mesmo uma canção, uma música e não apenas um genérico que ficava no ouvido.

A série começou mais próxima do que tinha sido o filme Moonrunners, com um tipo de humor mais adulto e alguns innuendos mais hardcore, mas foi evoluindo para um género mais familiar e mais adaptado para todas as idades o que ajudou a que atingisse o sucesso que atingiu. Para além das perseguições constantes e dos saltos constantes de carros, das aparições sexy da prima dos Duke, o programa vivia do ambiente familiar de todas as personagens, da relação que tinham uns com os outros..

Beauregard "Bo" Duke (John Schneider) era o primo mais novo, louro e cheio de vida que preferia disparar primeiro e perguntar depois, sempre mais estouvado e sem paciência para as coisas do que o seu primo mais velho. Para além disso, é sempre facilmente distraído por alguma menina bonita, o que prova ser sempre o ponto fraco da dupla.

Lucas "Luke" Duke (Tom Wopat) é o moreno, mais velho e mais racional do que o seu primo, foi aquele que inventou a forma original de entrar para dentro do carro, algo que todos adorávamos ver e dava outro estilo à coisa.

Daisy Duke (Catherine Bach) é a prima, bonita e ingénua que trabalhava como empregada num restaurante e usava sempre uns calções provocantes que na vida real acabaram por receber o nome da personagem. Para fechar o clã Duke temos o Tio Jesse (Denver Pyle), um velhote simpático que é tratado por todos no condado como "tio Jesse" mas que tem sempre dificuldades em manter a sua quinta fora de dívidas.

As outras duas personagens de destaque eram os vilões, Boss Hog (Sorrel Booke) que era o homem mais rico da região, vestia sempre de branco e era bastante malvado tendo uma raiva tremenda para com os Duke e instigando sempre o seu cunhado (que era o xerife da região) a persegui-los, o Xerife Rosco Coltrane (James Best) era aquele típico vilão burro que era sempre facilmente enganado com troca de tabuletas ou coisas do género. No começo tinha a ajudá-lo outro ajudante ainda mais burro que ele, que era um primo afastado de Hog, mas depois desapareceu do programa.

A série tinha outros habitantes que apareciam regularmente, mas vivia sempre em torno deste núcleo central que tinha uma grande química e eram todos bastantes carismáticos. Isso incluía também o carro, que tinha o nome de General Lee, com uma bandeira da confederação pintada na parte de cima e dava saltos como poucos davam.

O programa teve a particularidade de numa das temporadas ter substituído os dois protagonistas, por causa de problemas com negociações de salários, algo que não correu muito bem e fez com a estação cedesse e aumentasse os ordenados dos primos originais e assim tudo voltasse como era no começo. Coy (Byron Cherry) e Vance (Christopher Mayer) foram escolhidos por serem parecidos com os outros actores e foi explicado na série que os outros primos tinham ido correr para Nascar. A maior razão para a queda de audiências e a falta de sucesso desta dupla, foi por causa de eles serem cópias básicas dos outros primos, afinal os argumentos já tinham sido escritos e apenas substituíram os nomes das personagens.

Muitos anos mais tarde foi feito um filme, que não teve muito sucesso mas que chamou a atenção de todos os fãs desta mítica série. Teve actores de renome envolvidos e soube captar bem o humor e o género rural da coisa, mas mesmo assim faltava aquela alma que nunca se consegue recapturar nestas adaptações ao cinema.










Enviar um comentário Blogger