0

A década de 90 ficou marcada pela verdadeira loucura sexual que imperava nos programas televisivos, depois de anos de contenção muitos começavam assim a fazer tudo aquilo que queriam fazer mas não podiam, nuns países mais e noutros países menos. A Tiazinha foi então um expoente dessa liberdade televisiva, sendo um sucesso tanto no Brasil como em Portugal.

Suzana Ferreira Alves nasceu a 3 de Agosto de 1978 em São Paulo no Brasil, e começou a dar nas vistas no programa Hora H de Luciano Huck como assistente e dançarina do show. Mas foi ao encarnar a personagem Tiazinha que a sua carreira despontou, uma figura que encarnava os desejos de muitos homens, apelando para os feitiches sexuais e sado-masoquistas de muitos.

Ela despejava cera quente para cima de elementos masculinos do público e os depilava assim na hora, sem cuidado nenhum e para gáudio de todos. Com uma máscara, um chicote e lingeries sensuais, ela chamava a atenção de todos dentro do estúdio e fora dele tornando-se um dos maiores símbolos sexuais do Brasil nos anos 90.


Foi capa de muitas revistas masculinas, e em 1999 quando apareceu na Playboy conseguiu com essa edição se tornasse a segunda mais vendida da história da publicação Brasileira (ficando apenas atrás da edição que trazia A Feiticeira), algo compreensível já que estávamos no auge do êxito da personagem. Ela ganhava uma fortuna nos eventos em que aparecia e na venda de produtos que lançou com a sua marca.

Chegou a vir cá a Portugal por diversas vezes, fazendo sucesso e apostando no seu lado musical participando na música de outro artista, com um single que também vendeu bem no Brasil, mas já começava a ser o fim da Tiazinha que ganhou outro programa na Bandeirantes e tentava apelar agora a um público mais infantil.







Enviar um comentário Blogger