0



Muito antes da Maya e as suas cartas, os Portugueses sabiam do futuro através das palavras de Lesagi Zandinga, um tárologo/bruxo/vidente que aparecia em tudo o que era programa de televisão com as suas previsões do ano que iria começar.

Não há muito sobre Lesagi Zandinga na Internet, o que é uma pena já que este é um daqueles nomes que qualquer um que viveu a década de 80 reconhece e se recorda facilmente de tudo relacionado com o mesmo. Era uma tradição na RTP, perto do final de ano, ali entre a mensagem de Natal do Presidente da República e a de Ano Novo, vinha as previsões de Zandinga, um bruxo (que era na verdade um parapsicólogo) de barba e cabelo farto que começava a dar as suas previsões para o ano seguinte.

Rapidamente o nome dele começava a entrar nas conversas do dia a dia, principalmente porque falhava muitas das suas previsões, desde a vitória de Freitas do Amaral a diversas "conquistas" do campeonato por parte do Sporting, era comum as previsões falhadas destes vidente. O que não impedia no entanto que no ano seguinte ele estivesse de novo na RTP e a falar com toda a segurança do que iria acontecer.

Eram comuns os risos e esgares nas pessoas que o entrevistavam, mas ele era uma pessoa carismática e isso ajudou também a que vingasse no futebol Português. Foi durante algum tempo uma pessoa ligada ao Penafiel, e ninguém esquece um mítico jogo que o Penafiel conseguiu empatar nas Antas frente ao FC Porto, e muito por causa de uns buracos que Zandinga fez na parte de trás da baliza onde Fonseca, o guarda redes Portista, iria ficar. O certo é que ele sofreu ali dois golos e falou sempre da impressão que lhe fez ver o "bruxo" ali de roda das redes.

Chegou a estar ligado ao Guimarães se não me engano, e falava-se muito de ir para o Sporting a dada altura, algo que não se proporcionou. Uma personalidade marcante dos anos 80 sem sombra de dúvida, fica aqui um excerto dele num programa da Teresa Guilherme na RTP.







Enviar um comentário Blogger