0



Nos anos 90 o Pop Rock Português atravessava uma boa fase, muitas bandas a destacarem-se e entre elas estava o grupo Entre Aspas.

Os Entre Aspas começaram a dar os seus primeiros passos no começo da década de 90, quando a vocalista Viviane e Tó Viegas começaram a tocar como um duo em alguns bares. A cantora nasceu em França e veio para Portugal aos 15 anos, a sonoridade Francesa estava sempre presente na sua voz mas era isso também que lhe dava uma característica interessante e que chamava a atenção das pessoas.

Assinalaram numa agenda a data de concerto somente com umas aspas, nascendo daí o nome da banda e quando conseguiram que Luís Fialho e João Vieira se juntasse a eles, nascia o grupo que iria logo de seguida participar no 1º concurso de música moderna da câmara de Lisboa, onde ficariam num 3º lugar.

Com o apoio da BMG e produção do ex-Trovante Manuel Faria, é lançado o 1º álbum "Entre S.F.F." em 1993 e a música Criatura da Noite torna-se um êxito e catapulta o grupo para a televisão e inúmeros projectos como os Filhos da Madrugada, conseguindo assim chegar a cada vez mais pessoas e implementarem-se no nosso mercado.

Até o final da década foram lançados mais quatro discos, todos pela BMG e com a banda a ter uma rotação de integrantes, entrando para ele ex elementos de grupos conhecidos como Pop dell arte ou Rádio Macau. Em 1995 tiveram nas músicas Perfume e Sinal alguma aceitação por parte do público, mas foi em 1996 que fizeram Portugal inteiro cantar uma música da banda, com o "Uma Pequena Flor" a ser um enorme sucesso.

Acabaram no começo do Século XXI, mas deixaram bem marcada a sua participação na música Portuguesa, com um ritmo animado e umas músicas alegres e com um pop rock que refrescou o panorama nacional.






Enviar um comentário Blogger