0

Um dos mais carismáticos guarda redes da década de 90, René Higuita foi uma das figuras principais da selecção da Colômbia que começou a dar nas vistas nessa altura e um jogador que chamava a atenção pela sua presença física em campo.

José René Higuita Zapata nasceu a 27 de Agosto de 1966, em Medellin, Colômbia começando a dar nas vistas mal começou a sua carreira nos anos 80, onde marcou 11 golos na sua época de estreia mesmo ocupando a posição que implica estar sempre na baliza. Aliás isso foi algo comum na sua carreira, ficou conhecido como o mestre do imprevisível, por gostar de sair com a bola nos pés ou por gostar de inventar na forma como saltava para defender uma bola.

Ele ajudou com que a Fifa ajudasse a implementar a regra de não se atrasar a bola para os guarda redes, mostrando que um jogador naquela posição não se deve limitar a utilizar só as mãos. Foi considerado um dos melhores de sempre, apesar de grande parte da sua carreira ter sido somente na América do Sul, em especial no Atlético Nacional da Colômbia onde venceu vários títulos incluindo a Taça dos Libertadores.


A sua loucura em sair com a bola nos pés também lhe trazia dissabores, sofrendo golos que prejudicaram muito as suas equipas. Em 1992 chegou a ir para o campeonato Espanhol e jogar no Real Valladolid onde marcou ainda 2 golos. Marcava sempre vários golos quer na selecção quer nos seus clubes, marcando livres directos ou pontapés de grande penalidade, contribuindo para o carisma que obtinha fora de campo.

Esteve na mítica selecção da Colômbia que deu nas vistas nos mundiais de 1990 e 1994, sendo que no mundial Italiano foi responsável pela eliminação da equipa quando perdeu a bola após sair da grande área com ela nos pés. Mesmo assim continuou sempre a ser alguém querido pelos fãs e pela imprensa Colombiana, e ninguém que goste de futebol fica indiferente à sua defesa espectacular num particular com a Inglaterra, onde defende um remate colocando-se numa posição que ficou conhecida como "Scorpions kick". Um dos meus momentos preferidos de todos que já vi no futebol.










Enviar um comentário Blogger