0

Volta e meia víamos desenhos animados vindos do Reino Unido, que fugiam um pouco ao que estávamos habituados a ver, eram mais calmos e simpáticos, quase sempre com alguma mensagem adjacente e uma boa moral por detrás de toda a história, não somente no final. O País dos Sapatos mostrava-nos como os sapatos velhos também têm uma vida e alguma importância, ou pelo menos no seu próprio país.

The Shoe People (O País dos Sapatos) foi criado por James Driscoll em 1987, foram produzidos 52 episódios de 5 minutos cada que foram transmitidos em mais de 60 Países, sendo que em Portugal a RTP transmitiu isto em 1988, não me recordo se dobrado em Português ou  a versão original legendada em Português. Esta série conseguiu ainda o feito de ser a primeira do Ocidente a ser transmitida pela União Soviética, algo impensável e que fez com que fosse um enorme êxito por lá, vendendo mais de 25 Milhões de livros relacionados com este programa.

O País dos Sapatos existia na parte de trás de uma loja de sapatos, eram sapatos velhos deitados fora pelos seus proprietários mas que ali têm todos alguma função ou importância e a sua própria casa. Botina, o Sargento, Margot, Chefe Bota ou Flip Flop eram alguns dos seus habitantes. Vi alguns episódios e assim como no caso dos farrapinhos não desgostava disto, eram pequenas histórias com um charme próprio e que nos distraíam, não se podia pedir mais do que isso.










Enviar um comentário Blogger