0

Esta foi uma daquelas séries que não teve muito destaque aquando da sua transmissão por cá, mas que quem viu recorda-se bem da sua música de genérico e do destaque dado ao menino com síndrome de down, o Corky. A Vida Continua mostrava como era a vida de uma família que criava um adolescente nestas condições, e todas as dificuldades que ele passava no seu dia a dia por causa das reacções alheias.

Life Goes On (A Vida Continua) foi criada por Michael Braverman e transmitida pela ABC entre 12 de Setembro de 1989 e 23 de Maio de 1993, num total de 4 temporadas. Por cá lembro-me de dar aos dias de semana, depois da hora de almoço e na RTP 2 se não me engano (penso que também passou muito no Agora, Escolha).

A música do genérico era fantástica, a "O-bla-di, O-bla-da" cantada por Patti LuPone e o resto do elenco, transmitia uma boa energia e captava bem o espírito da série. Para a altura tinha um conceito corajoso, o de ter um protagonista portador do síndrome de down e mostrando que essas pessoas têm sonhos e querem o mesmo que outros apesar de terem que enfrentar muitas dificuldades. Vimos ele andar pela escola, arranjar emprego e até casar já perto do final do programa.

Elizabeth (Patti LuPone) e Drew (Bill Smitrovich) Thatcher tentavam criar da melhor forma os seus dois filhos que tinham alguns problemas em darem-se com outras pessoas. A filha Becca (Kellie Martin) era a típica menina inteligente mas com problemas sociais e em se dar com os outros da sua idade, enquanto que Charles "Corky" (Chris Burke) tinha nascido com síndrome de down, sofrendo por isso por vezes o preconceito de outros que não entendem bem ou aceitam esta condição.

Alguém mais via isto?




Enviar um comentário Blogger