0

A geração de 80 ainda tinha o hábito de ficar sentada a ouvir rádio em casa (não nos carros como agora é hábito), acompanhados ou sozinhos conforme fosse o caso e se fosse numa casa de uma Avó, era certinho que iríamos ouvir muitos programas de rádio seguidos e um desses era o mítico Despertar da Rádio Renascença.

A minha avó sempre gostou mais da Rádio Comercial (onda média), especialmente dos programas do Ruy Castelar, mas havia alturas que ela acedia a mudança para a Rádio Renascença e em especial para o programa de António Sala e Olga Cardoso. O Despertares era um daqueles programas de horário nobre da rádio, era de manhã que as pessoas mais ouviam rádio e que gostavam de estar ali a ser entretidas com boas histórias e boa música.

Este programa ia mais além com um passatempo que visava premiar as pessoas, o Jogo da Mala. Durante a emissão do programa anunciava-se a quantia que existia dentro da mala, os ouvintes tinham que estar atentos e perceber isso e depois esperar que fossem os sorteados para quem o António Sala telefonaria a dar uma oportunidade de ganhar este dinheiro.

Se fossemos os sortudos, só tínhamos que responder com o valor certo e ganharíamos esse dinheiro. Mais simples era impossível, claro que nunca se conhecia ninguém que vencia estes passatempos, mas tinha-se sempre aquela esperança que alguém podia telefonar para nós. No livro de memórias de António Sala, ele conta uma história sui generis, a de uma senhora que recebeu o telefonema  e após falhar a quantia da mala (que o locutor disse ser de cinquenta contos) começou com um choradinho que aquilo ia-lhe dar bem jeito, que vivia mal com a sua família e passavam necessidades.

O Engenheiro Cansado de carvalho, membro da liga de amigos da Renascença, emocionou-se com a história e passou um cheque pessoal com essa mesma quantia para ajudar essa família, algo que o locutor anunciou emocionado e entusiasmado no final do programa. Só que as pessoas que viviam na zona daquela senhora, e que realmente ouviam o programa, avisaram logo que a senhora afinal até vivia bem e não tinha problemas financeiros. Sala decidiu telefonar então à senhora e dizendo que ia gravar a chamada para depois poder dar no programa, foi aí que a senhora confessou então que tinha exagerado e que realmente não necessitavam desse dinheiro.

Isto levou a que o filho da senhora movesse um processo contra Sala em tribunal e tudo, um caso caricato mas que prova o quanto o programa significava para algumas pessoas e o sucesso que tinha junto do público. Esta rubrica foi um dos maiores símbolos do programa durante décadas, não sei se ainda continua mas se assim for já não tem a voz experiente de António Sala que saiu da emissora católica em 2010.







Enviar um comentário Blogger