0

Este objecto é quase a bandeira de uma década, mostra-se isto e pensa-se logo nos anos 80, os anos de glória do Cubo Mágico, ou Cubo de Rubik que deu cabo da cabeça e entreteve ao mesmo tempo várias gerações. Ele continua à venda e a fascinar muitas pessoas, mas nada chega perto do fascínio que exerceu naquela década fantástica.

O Cubo de Rubik (Cubo Mágico) foi criado pelo professor de arquitectura Emõ Rubik, um Húngaro que era também escultor e criou este puzzle em 3-d em 1974, vendendo a licença para uma empresa de brinquedos em 1980 que começou a comercializar este pequeno puzzle de combinações que já vendeu mais de 350 Milhões de unidades em todo o mundo.

Ganhou vários prémios como um dos melhores puzzles criados e começou a ser alvo de várias iniciativas e concursos para ver quem resolvia isto mais rápido. As 6 faces do cubo são divididas em 9 quadrados com autocolantes de várias cores colados neles, Azul, Verde, Vermelho, Amarelo, Branco e Laranja por norma as cores utilizadas neste brinquedo/puzzle. Depois podíamos mexer as partes do cubo para tentar colocar cada face com uma cor só, tarefa que não era nada fácil (existem cerca de 40 mil combinações para se fazer isso) e muitos desistiam a meio ou faziam a batota de colar autocolantes nos cubos e dizer que tinham resolvido.

Aliás a dada altura vendia-se folhas com autocolantes para essas pessoas, um dos muitos produtos de merchandising em torno deste cubo, encontrava-se de tudo, até porta-chaves com mini cubos para resolvermos o problema ou apenas um cubo fixo para transportarmos no bolso com as nossas chaves.

Por cá a febre também existiu, com programas como os do Júlio Isidro a promoverem concursos para ver quem resolvia isto em tempo recorde, e até uma música foi feita e interpretada por Lara Li "O rapaz do cubo mágico". Eu tive um mas nunca consegui resolver aquilo, nem muita paciência para o resolver. Alguém aí conseguiu?










Enviar um comentário Blogger