0

Carlos Manuel foi um dos melhores do Futebol Português, jogou nos 2 grandes clubes de Lisboa e encantou tudo e todos pela selecção, sendo um dos responsáveis pelo apuramento para o Mundial do México em 86. Um médio criativo, que desde cedo mostrou o seu talento e que continua ainda no futebol, desta feita como treinador principal.

Carlos Manuel Correia dos Santos nasceu na Moita, em Setúbal, a 15 de Janeiro de 1958, começando a dar os primeiros pontapés na bola aos 4 anos, quando recebeu um equipamento de futebol em miniatura e chorou para que lhe arranjassem também umas chuteiras. Foi o Padrinho que conseguiu satisfazer o pedido, mandando fazer umas por medida e talvez percebendo que se a paixão era tanta, talvez o talento estivesse à altura. Fervoroso adepto do Sporting, desejava imitar os seus ídolos de campo e tinha a paixão de jogar futebol profissionalmente embora tivesse passado a sua juventude em outros desportos como o Hóquei em Patins, ténis de mesa ou bilhar enquanto sonhava com outra coisa que amava, o ser um Forcado e participar assim numa Tourada.

A dada altura decidiu fazer testes no Barreirense onde chumbou, e desolado foi até à CUF, onde deslumbrou e foi aceite no mesmo dia, mas devido aos problemas que o clube atravessava na altura do PREC, acabou por ir para o Barreirense, onde explodiu com todo o seu talento de forma profissional. A sua forma física era impressionante, e isso devia-se ao facto de trabalhar na CP, onde tinha que manobrar com uma marreta de 8 quilos entre os treinos de futebol, e assim pouco tempo depois da sua estreia, já tinha os grandes clubes à luta pela sua contratação tendo sido o Benfica o vencedor e levando-o assim para a Luz em 1979

.Carlos Manuel era daqueles jogadores que explodia dentro de campo, tecnicamente quase perfeito e que se entregava de alma e coração ao clube que representava, e provou que, mesmo sendo adepto do Sporting, dava tudo de si para vencer, e foi um dos maiores símbolos do Benfica na década de 80.

Foi campeão por 4 vezes, vencendo cinco taças de Portugal e conseguindo assim também ser convocado regularmente para a selecção Nacional onde marcou presença no Euro de 1984 e marcando o golo que apurava Portugal para o México 86.

Portugal ia a Estugarda, defrontar uma Alemanha que não perdia em casa há 36 anos, Carlos Manuel com um remate potente e certeiro foi o David a derrotar Golias, e conseguindo assim com os seus companheiros uma vitória importante, que apurava assim o nosso País para o Mundial que ia ser bastante polémico. Figura frontal, o jogador dizia sempre o que pensava, o que lhe trouxe bastantes dissabores e dificuldades tanto na selecção (onde foi considerado dos maiores culpados de Saltillo), quer no Benfica onde foi quase escorraçado, e acabou por emigrar para a Suiça onde alinhou por uma temporada no Sion.


Já um jogador nos seus Trinta, voltou a Portugal para representar o clube do seu coração, o Sporting. Foi uma das "unhas" de Jorge Gonçalves e assumiu naturalmente o papel de patrão do meio campo leonino onde jogou durante duas épocas. Esteve assim ainda a bom nível no final dos anos 80, começo dos anos 90, sendo nomeado capitão de equipa por Manuel José e recebendo o prémio Stromp pelo seu desempenho e dedicação ao clube.

Eu gostava bastante de ver ele jogar, foi um dos meus favoritos do plantel do Sporting e gostava da sua forma de estar que dentro quer fora do campo. Lembro-me bem quando saiu do Sporting a reclamar com Raul Águas a dizer que com ele só jogavam os amigos. Pela selecção foi o único a cumprir a promessa de não jogar por Portugal enquanto Silva Resende fosse o responsável da federação, mostrando assim a sua dignidade e palavra mostrando que prezava muito os seus valores e os colocava acima de qualquer questão.

Ainda jogou pelo Boavista e pelo Estoril, enveredando depois numa carreira de treinador que acabou por levar a Alvalade onde não teve uma passagem feliz apesar de ser envolto por grande esperança de todos os adeptos leoninos que viam nele uma boa aposta após a sua época a treinar o Salgueiros.

Um jogador memorável e um dos melhores do futebol Português, exibindo-se sempre a grande nível e marcando muitos golos importantes quer pela selecção quer pelo Benfica ou Sporting.






Enviar um comentário Blogger