0
Eu sei que a bebida ainda existe, mas aqui recordo de uma altura em que era um produto essencial para o nosso lanche, uma das nossas bebidas preferidas e que ansiávamos por beber, o Capri-Sonne foi uma das marcas mais importantes nos anos 80 e 90.

A marca em si existe desde a década de 60 (produzida originalmente na Alemanha), mas só chegou em força ao nosso País nos anos 80 e tornou-se uma febre entre os mais novos. Era a bebida de eleição quando se ia para a praia, sabia bem agarrar numa embalagem fresquinha e espetar lá a palhinha para degustarmos deste sumo que os mais velhos por norma odiavam. Nunca conheci um adulto que gostasse do Capri-Sonne com sabor a Laranja, apesar de ser um dos preferidos entre os mais novos.

Mas os adultos parecia não perceberem bem a magia deste sumo, a prova estava nas mães que insistiam em abrir a embalagem e verter o conteúdo para um copo. Era a maior das heresias, parecia que modificava por completo o sabor do sumo, que só o conseguíamos beber dentro daquela embalagem toda futurista (para nós) e engraçada.

O gosto a Maçã era outro dos preferidos pelo pessoal, e era uma presença indispensável nos lanches depois de uma jogatana de futebol. Existiram muitos sumos nos anos 80, mas este foi sem sombra de dúvidas um dos mais importantes.










Enviar um comentário Blogger