0

O futebol inglês sempre despertou grandes paixões, mas foi na década de 90 que começou a sua internacionalização, com um maior destaque a jogadores de outros Países, que começavam a emigrar para aquele campeonato e a dar nas vistas. Uma das maiores estrelas foi sem sombra de dúvidas o jogador Francês, Eric Cantona, que espalhou a sua magia pelos relvados Ingleses durante boa parte dos anos 90.

Éric Daniel Pierre Cantona nasceu a 24 de Maio de 1966 na cidade de Marselha, em França, começando a jogar profissionalmente em 1986 quando assinou contrato com o Auxerre, onde começou logo a dar nas vistas e a ser chamado à Selecção Nacional. Infelizmente o seu temperamento e os seus problemas disciplinares começaram também a dar nas vistas, sendo multado quando esmurrou o seu colega de equipa Bruno Martini, ou quando foi suspenso por três meses, depois de um carrinho mais duro sobre um jogador do Nantes.

Transferiu-se então para a equipa do Marselha, numa transferência recorde mas onde não foi muito feliz e foi alvo de sucessivos empréstimos devido ao seu constante mau comportamento. A coisa piorava quando ele também era ofensivo e problemático nas equipas onde jogava por empréstimo, e no Montepellier chegou mesmo a ser alvo de um baixo-assinado do plantel para que fosse despedido. Só que devido ao seu talento e apoio de estrelas como Laurent Blanc e Carlos Valderrama, a direcção manteve o jogador no plantel e este foi uma peça fundamental na conquista da Taça de França e que motivou o Marselha a reclamar o jogador para o seu plantel.


O seu talento dentro das 4 linhas era suplantado pelo seu mau feitio, após insultar o seleccionador, foi banido da selecção principal Francesa e continuou também a ter problemas pelas equipas onde jogou até que foi aconselhado a mudar de País para ver se as coisas melhoravam.

Foi aqui que comecei a conhecer melhor este brilhante jogador, quando foi para o Leeds United e ajudou esta equipa a conquistar o título de campeão da First League, a última realizada antes da mudança de nome para Premier League. Isto fez com que o Manchester United abrisse os cordões à bolsa e fosse buscar este jogador, e foi assim que ele ingressou na equipa que iria dominar o Futebol Inglês sobre a influência do King Cantona.

Na sua época de estreia ajudou o Manchester a vencer a primeira edição da Premier League com mais de 10 pontos de diferença, a primeira conquista grande do clube desde 1967 e que fez com que Cantona se tornasse o primeiro jogador a ganhar 2 títulos de campeão por 2 equipas diferentes em Inglaterra. Na época seguinte voltou a ser fundamental na conquista do título de campeão e vencer a taça de Inglaterra, começando a envergar a camisola 7 que seria a sua em todos os anos ao serviço do clube. Em 93/94 começaram também os seus primeiros problemas disciplinares, com a acumulação de cartões vermelhos a fazer com que falhasse alguns jogos importantes.




O problema foi na época seguinte, onde o jogador Francês perdeu completamente as estribeiras após uma expulsão, e agrediu um adepto rival com um pontapé à Kung Fu, que levou a que fosse castigado por mais de Oito meses. Apesar disto tudo, Alex Ferguson convenceu-o a permanecer no clube, evitando assim que cedesse ao assédio de clubes estrangeiros que queriam na mesma este controverso jogador.

Quando voltou à equipa, voltou a ser fundamental com as suas assistências para golo e alguns golos cruciais e assim fazer com que o Manchester United voltasse a ser campeão e a vencer o seu terceiro título em quatro épocas e foi de novo campeão na sua época de despedida, provando como era uma das peças fulcrais daquele Manchester de então.

Não foi à toa que chegou a ser capitão de Equipa mesmo após a sua suspensão, e em muitas sondagens aos adeptos ele continua a surgir como um dos melhores jogadores de sempre do clube e um dos melhores a envergar a mítica camisola nº7.

Eu gostava do seu estilo de jogo, do seu carisma e olhar arrogante, da gola levantada que fazia questão de usar para marcar a diferença e nos seus passes certeiros que garantiram muitos dos golos que as suas equipas marcavam.







Enviar um comentário Blogger