0

Os filmes de aventuras fantásticas estavam em grande nos Anos 80, e em 1986 John Carpenter lança as Aventuras de Jack Burton nas Garras do Mandarin, um filme cheio de efeitos surreais e uma história fora do comum que ganhou o estatuto de filme de culto anos mais tarde.

Foi daqueles filmes que teve mais sucesso quando saiu a k7 VHS do que quando esteve no cinema, começou a ser aconselhado e a ser um daqueles filmes que os amigos emprestavam uns aos outros, contribuindo para isso com que ele ganhasse um estatuto de culto, depois de ter sido um fracasso de bilheteira quando esteve nos cinemas.

Uma mistura de filmes de Artes Marciais, Comédia, Acção e com alguns efeitos especiais que davam um visual confuso ao filme mas ao mesmo tempo apaixonante.

John Carpenter realizou este filme que teve Kurt Russel no papel principal e ainda Kim Catrall como a menina bonita da película. Com 20 Milhões de orçamento, o filme pouco fez acima dos 11 Milhões, para além de ter tido algumas críticas muito pouco positivas que deixaram Carpenter desiludido com Hollywood e o fizesse voltar a fazer filmes independentes.

Lembro-me de quando vi a capa do filme nas famosas capas para VHS que a TV Guia publicava, era algo tão fora do comum, um matulão com metralhadora ali no meio de chineses e num ambiente muito de artes marciais. Depois vi o filme na TV e fiquei fã, alugando mais tarde o filme no video clube também.

Jack Burton era um camionista (era o maior), que se vê envolvido na luta entre duas sociedades Chinesas e com uma forte componente mágica e oriental à mistura, com ele a interpretar o típico papel de action hero que não acredita no que lhe contam e ri-se dessas mesmas coisas.

Não vejo o filme há algum tempo, mas sei que Russel está muito bem nesse papel, aliás algo que ele veio a repetir mais algumas vezes no cinema, o herói de acção irónico que passou a ser um pouco standard algum tempo depois.











Enviar um comentário Blogger