0
A dada altura no final da década de 80 (e começo da de 90), era comum encontrar à cintura de muito homem (e rapaz) Português e Brasileiro uma mala, uma pochete onde se guardava de tudo um pouco e se achava a coisa mais fixe à face da terra.

Também tive destas, comprada na feira da Praça de Touros em Cascais e onde colocava pouco mais que a carteira e o porta-chaves, um ou outro calendário, cromos ou bonecos mas só para ajudar a encher a mala, nada mais. Até o meu Pai, nada fã de seguir as modas, teve uma, onde colocava coisas mais úteis que eu mas nem por isso mais necessárias. O problema era mesmo esse, não havia muito o que carregar ali, e aquilo era francamente pouco estético, parecia que estava algo ali a sair da nossa cintura.

Existiam de todas as cores e desenhos, prendia-se com um sistema similar ao das mochilas escolares e colocava-se à cintura. Foi muito forte no final dos anos 80 mas começou a desaparecer a meio da década de 90, quando o homem decidiu que queria continuar a transportar as coisas nos seus bolsos. Só voltou algo semelhante já em pleno século XXI, quando o homem moderno decidiu usar algo semelhante, mas desta vez ao ombro e peito.

Quem teve uma pochete à cintura?










Enviar um comentário Blogger