0

Nos anos 80 era comum os brindes nos produtos que comprávamos, fossem ou não direccionados para um público mais infantil e quase todos eram bastante divertidos. A dada altura a Sumol lembrou-se de nos presentear com um brinquedo básico mas que nos dava horas de diversão, um simples cone com uma bola agarrada com um cordel.

Não sei se isto tinha algum nome específico, mas vou chamar de Apanha bolas já que é o nome que encontro pela Internet, e também porque basicamente era aquilo que se fazia com este objecto. A Sumol já tinha nos oferecidos brindes semelhantes aos do seu concorrente Fruto Real, no caso deles eram as cabeças do Homem-Aranha ou do Tintim e no caso da Sumol eram cabeças de futebolistas, mas isto era muito mais à frente.

Este brinde era mais complicado de se arranjar, tinha-se que juntar umas quantas caricas e ainda algum dinheiro (50 Escudos acho) para se conseguir isto. Eu tive um verde, que consegui porque um amigo do meu pai trabalhava numa carrinha de distribuição do refrigerante e trouxe-me um.

Não tinha nada que saber, agarrava-se bem no cone e movimentava-se com alguma energia a bola tentando enfiá-la no buraco do cone. Alguns dedos esfolados e bolas na testa, mas não era motivo suficiente para deixar de brincar com isto, muito pelo contrário. Mas como todos os brinquedos que tínhamos, passado algum tempo era encostado a um canto e dava lugar a uma nova febre.














Enviar um comentário Blogger