2

Existiam jogos que tinham tanto de simples como de barulhentos, e por vezes quanto mais barulho faziam, mais divertidos se tornavam. A Tecnobrinque era perita nisso, e nos anos 80 lançou vários jogos do género, sendo que um de Basquetebol se tornou num verdadeiro sucesso.

Era mais um jogo para jogar a dois em cima de uma mesa ou no chão, um jogo com botões e em que o "campo" era envolto numa redoma transparente de plástico para evitar que a bola saltasse para longe. O conceito não podia ser mais simples, a bola encontrava-se num buraco no campo e com os botões tínhamos que ir carregando freneticamente, com muito barulho à mistura obviamente, para que ela fosse andando de buraco em buraco e tentarmos encestar no cesto adversário.



A Tecnobrinque era sediada na Marinha Grande, especializava-se em brinquedos didácticos e técnicos e os dois jogos de redoma foram alguns dos seus campeões de vendas. Tive um destes e o meu vizinho tinha o de futebol, e isto garantia horas de muita diversão, barulho e bons momentos num jogo que nos entusiasmava muito apesar da sua simplicidade.

No de Futebol a diferença consistia numa pequena manivela, que mexíamos para a direita e para a esquerda e assim controlávamos o guarda-redes e tentava-se impedir o golo do nosso adversário. Era por isso mais complicado do que o de basquetebol, mas nem por isso menos divertido ou menos entusiasmante. Gerava até mais barulho da nossa parte também, com os gritos comuns de quem acertava e os de quem falhava.

Saudades deste tipo de jogos, que eram de fabrico Nacional e que entusiasmavam tudo e todos como se fosse algo de nível internacional ou com um grande marketing por trás.







Enviar um comentário Blogger