segunda-feira, 11 de março de 2013

... do Vicks Vaporub


No Inverno quando começava com a tosse e o nariz a fungar, já sabia que não estaria longe o dia em que a minha Mãe me iria barrar o peito com Vicks Vaporub.

Vicks Vaporub era um creme com cheiro a Mentol e Eucalipto que vinha num pequeno frasco e nos era barrado no peito antes de adormecermos, ajudava a acabar com aquela sensação desagradável da tosse e do peito apertado com a constipação que nos afligia.

Era um creme fresco que sabia bem ao aplicarem no peito e ao adormecermos ele actuava e fazia-nos acordar quase sempre melhor dessa sensação horrorosa da tosse constante. Sempre era melhor que a outra solução, a de ficar com uma toalha na cabeça a inalar uma panela quente cheia de água e folhas de eucalipto.

Compensava o facto de acordarmos com o pijama todo melado e colado ao corpo, era uma das poucas coisas que sabíamos que iria resultar mesmo.





3 comentários:

  1. Pois é, ainda me lembro bem e era tiro e queda, quando estava meia adoentada a minha mae ia logo buscar o vick para barrar o peito...e depois fui eu que dei continuidade achando que estava a fazer bem...uma vez coloquei no peito da minha filha e tive que ir para o hospital a correr com ela, porque nao conseguia respirar...fiquei a saber que era alergica...

    ResponderEliminar
  2. Já usei outro produto da Vicks, era o Vapospray mas o Vapospray que também areja os túneis nasais, também pica. Ou seja, dá dor de garganta.
    "Liberta a mente, extermina a ranhoca"
    -Nuno Markl, emissão 85 da Caderneta de Cromos
    ~RandomMe

    ResponderEliminar