2


Lembro-me pouco da novela Corpo a Corpo, mas esta ficou para sempre na minha mente pelo pouco que me lembro, que era o facto de uma novela envolver o Diabo. Isto agarrava qualquer criança ao ecrã (mesmo numa altura em que víamos facilmente uma Novela), e punha-nos a falar dela no recreio da escola no dia seguinte.

Corpo a Corpo era mais uma telenovela da Rede Globo, que foi transmitida às 20 horas de 26 de Novembro de 1984 a 21 de Junho de 1985, tendo sido transmitida pela RTP em pleno horário nobre (21h30) na altura que era também transmitido o Mundial do México 86. A novela teve 179 episódios e foi escrita pelo grande Gilberto Braga, tendo António Fagundes e Gloria Menezes como actores principais numa novela onde quem brilhou foi Flávio Galvão, no papel do tal "Diabo".

Teresa (Gloria Menezes) foi apaixonada por Osmar (António Fagundes), um homem bem mais novo e que preferiu se casar com Eloá (Débora Duarte). Anos mais tarde, Teresa vai trabalhar como enfermeira na casa do rico empreiteiro Alfredo Fraga Dantas (Hugo Carvana) e acaba se casando com ele. O casamento de Osmar e Eloá entra em crise quando Eloá tenta sua ascensão profissional, e Teresa volta à cena, preparando uma surpreendente vingança contra Osmar, o homem que a fizera sofrer muito no passado. Ao mesmo tempo, a ambiciosa Eloá conhece o misterioso Raul (Flávio Galvão), homem com quem faz um estranho pacto para atingir o topo. Seria ele o diabo?

Lembro-me bem das cenas onde Flávio Galvão entrava, o seu carisma dominava toda essa cena e aquela aura de mistério em torno dele ser ou não o Diabo dava uma grande força a uma história que de resto parecia-me mais do mesmo e nada de muito especial. Ele aparecia e desaparecia misteriosamente e sinceramente já não me recordo se ele era mesmo algo sobrenatural, ou alguém que usava uma rede de esgotos para aparecer e desaparecer e dar essa aura de mistério à coisa toda.

Em todo o caso lembro-me que o actor era perfeito naquele papel, o melhor dele sem sombra de dúvida, numa novela que logo no genérico falava de pactos com o Diabo e por isso anunciava o que vinha por aí. O actor Marcos Paulo, falecido recentemente, teve aqui também um papel importante com o primeiro casal interacial numa novela.










Enviar um comentário Blogger