1


Quando comecei a gostar e a seguir o Ténis, ficava-me apenas pelo Ténis Masculino devido ao carisma dos seus tenistas e à qualidade de alguns dos jogos, mas houve uma tenista que me despertou a atenção para a variante feminina deste desporto, a Monica Seles.

Seles nasceu a 2 de Dezembro de 1973 na Sérvia, conseguindo a naturalização como cidadã Norte-Americana em 1994, e foi uma das melhores tenistas de sempre, começando a conquistar títulos aos 14 anos de idade e terminando o seu primeiro ano no 6º lugar do ranking das melhores do circuito.

Conquistou o seu primeiro torneio Grand Slam em 1990, em Roland Garros, derrotando a nº1 mundial, a tenista Alemã Steffi Graf, e se tornando a tenista mais nova a vencer o torneio com apenas 16 anos de idade e conseguindo terminar esse ano em 2º lugar depois de ter vencido vários torneios e ter tido jogos brilhantes contra outra tenista de qualidade, a Gabriela Sabatini.

Em 1991, Seles começou a dominar o circuito destronando Graf do primeiro lugar e conseguindo vitórias contra todas as grandes tenistas de então, como Martina Navratilova ou Arantxa Sanchéz Vicario, e vencendo grandes torneios como o de França, o de Austrália ou o dos Estados Unidos falhando somente o de Wimbledon devido a lesão. Em 1992 as vitórias continuaram, apesar de ter perdido a final de Wimbledon para Graf, mas começaram também as queixas das suas colegas para com os gritos e grunhidos excessivos que Seles emitia aquando das suas jogadas no court de ténis.

A rivalidade entre ela e Graf contribuíram em muito para que mais pessoas vissem o ténis feminino, eram duas jogadoras de qualidade e as vitórias tanto podia ir para uma como para outra. A rivalidade ganhou outro nível de publicidade quando um fã obcecado por Graf entrou para dentro do court e esfaqueou Seles. A lesão afastou a desportista dos torneios durante dois anos, voltando só em 1995 mas nunca mais atingindo os mesmos níveis de qualidade de seus primeiros anos no circuito e começando a perder jogos e influência com o passar do tempo.

Sua última vitória num grand slam ocorreu em 1996, no torneio da Austrália e tendo terminado esse ano em 2º lugar atrás da sua rival Graf. Eu gostava do estilo de jogo de Seles, mas como tantos outros odiava os seus gritos constantes que chegavam a roçar o absurdo tal a intensidade deles durante um jogo.










Enviar um comentário Blogger