5


Gosto muito dos filmes do John Carpenter, e este Eles Vivem (They Live) que foi escrito e realizado por ele, é um dos meus preferidos. Um filme divertido, onde a ficção científica de horror se cruzava com a comédia negra e que apesar de não primar por grandes interpretações, conseguia nos prender ao ecrã com aquela mensagem de um grande colapso económico e da ganância e consumo desenfreado dos Norte-Americanos.

O filme foi lançado em 1988 pela mítica produtora dos anos 80, a Carolco e mostrava como um desempregado de seu nome Nada, interpretado pelo Wrestler Roddy Piper, descobre que as elites endinheiradas são na verdade um grupo de Aliens infiltrados no nosso planeta e disfarçados como seres humanos. Ele apercebe-se disso através de uns óculos escuros que encontra e que lhe permite ver os aliens disfarçados e as mensagens subliminares para eles em todo o tipo de coisa, desde um programa de tv a um cartaz de publicidade.

Quando começam a perceber que ele os consegue ver, decidem tentar matá-lo mas este sobrevive e decide começar a ir atrás destes com armas e disparando sobre todos eles, mesmo quando estes estão no meio de humanos normais que não percebem o porquê dele estar assim aos tiros.

Uma das melhores cenas do filme é quando Nada entra num banco, profere a frase
"I have come here to chew bubblegum and kick ass...and I'm all out of bubblegum." e desata aos tiros.

Mais tarde veio-se a saber que essa frase não estava no guião, que foi adicionada no momento por Roddy Piper, o que não é de estranhar já que é algo muito à Wrestling e às ameaças que por lá são proferidas. O filme começa então a entrar numa toada mais revolucionária, com Nada a receber armas e equipamento todo futurista de um grupo que sabia da existência destes Aliens e que também pretendia acabar com a presença destes na terra.

O filme torna-se algo atabalhoado a dada altura, mas é uma boa obra de Carpenter e vê-se muito bem com cenas muito fortes e uma mensagem interessante através do filme todo.








Enviar um comentário Blogger