0

No começo do século XXI, ainda não era nada fácil encontrar uma música para fazer o download na Internet, e foi por isso que o Napster ficou conhecido por tudo e por todos já que foi o primeiro p2p especializado nessa simples função que era a de encontrar a música que mais gostávamos.

O Napster foi criado por Shawn Fannings e Sean Parker em 1999, e assentava num simples conceito, o de toda e qualquer pessoa conseguir partilhar o ficheiro de música que tinha no seu PC e também de poder aceder às músicas que outros tinham nos seus PC's. O utilizador tirava músicas mas também as partilhava, e rapidamente este programa começou a ficar com um acervo impressionante de mp3 e de discografias completas tendo até gravações raras e inéditas que fãs tinham no seu computador pessoal e agora podiam partilhar com todo o mundo.

Em 2001 o programa tinha 8 Milhões de utilizadores que partilhavam diariamente mais de 20 Milhões de ficheiros de música, e foi devido a esse crescimento que a empresa começou a ser alvo de acções legais e de processos judiciais. A maioria da indústria fonográfica começou a processar o programa, acusando-os de promover a pirataria e a troca de ficheiros que estavam protegidos pelo direito autoral.

Os Metallica foram a banda que mais vocalizou a sua revolta e indignação por um programa do género existir, e um dos maiores processos judiciais e que ajudou a fechar esta empresa partiu desta banda de Rock. O que adiantou pouca coisa, já que nesse mesmo ano começaram a ficar populares outros programas do género do Napster como o Kazaa ou o Audiogalaxy.

Neste momento o programa ainda existe, mas vende música digital tudo de uma forma legal e séria de acordo com as leis do direito autoral. Mas deve ser rara a pessoal que tinha internet em 2000 e que não tenha usado este programa para baixar uma das suas músicas preferidas.




Enviar um comentário Blogger