0


 "Os Filhos da Pantera Cor de Rosa" (Pink Panther and Sons) foi mais um desenho animado em que se pegava em conceitos de personagens antigas e se transformava as mesmas em crianças ou então, como neste caso, davam-lhes filhos. Maior parte desses programas saíram dos estúdios da Hanna-Barbera, e este não foi excepção tendo como principal criador o talentoso Friz Freleng, que assim ajudou a revitalizar a Pantera para toda uma nova geração, respeitando assim as tradições da personagem e estreitando a ligação com os estúdios da MGM.

A série foi produzida em 1984, com uma temporada de 26 episódios, tendo sido transmitida pela RTP em 1987 na sua versão original em Inglês com legendas em Português. Lembro-me de ver a série nos dias de semana à tarde no Canal 1 e tenho boas recordações dela, não tinha o humor refinado da Pantera original, mas tinha os seus momentos e a interacção entre ela e os seus filhos era bem trabalhado. Logicamente que ela era mais focada nos filhos e no grupo de amigos que estes tinham, mas isso não estragava as coisas para nós.

Pinky era o filho adolescente, enquanto que Panky era o bebé que tinha como característica principal o andar sempre a segurar na fralda enquanto caminhava já que esta parecia ser muito grande para ele.

O seu grupo de amigos consistia no gago Punkin, no atleta Rocko, a romântica Chatta, a inteligente Annie e o sonolento Murfel.

Todas as personagens falavam, menos a Pantera mantendo-se assim fiel à sua versão original, e eram sempre aventuras divertidas com a típica moral dos anos 80 no final do episódio a vir ao de cima.





Enviar um comentário Blogger