5


Existiram grandes desenhos animados na década de 90, e os 2 Cachorros Trapalhões/Bobos (2 Stupid Dogs) é um bom exemplo disso. A série foi criada por Donovan Cook nos estúdios da Hanna-Barbera em 1993, numa altura que estes estavam já como parte do império de Ted Turner e por isso estes desenhos animados foram transmitidos pela TBS de 5 de Setembro de 1993 a 13 de Fevereiro de 1995.

Por cá pudemos ver a série em 1995 no programa Buéréré, que era transmitido na SIC, na sua versão dobrada em Português do Brasil. Há muito que isso não acontecia pelo nosso país, mas até foi uma boa opção já que a dobragem adequava-se à loucura do desenho animado e respeitava o seu espírito na perfeição o que pude comprovar quando anos mais tarde vi a versão original no Cartoon Network.

Foram duas temporadas de 36 episódios que mostravam as aventuras de 2 cães não muito inteligentes, o cachorro pequeno e o cachorro grande, numa animação algo incomum para a época com um aspecto mais simplista lembrando as animações clássicas do estúdio HB mas com um humor à anos 90.



2 Stupid Dogs é o responsável pelo revitalizar dos estúdios da Hanna-Barbera, que não tinha um sucesso desde a última animação dos Smurfs, com um sucesso em vários países devido a um tipo de humor muito próprio e que realçava sempre na perfeição a estupidez dos dois cães. Gostava sempre quando um osso ficava preso na cabeça do pequeno cão e este perdia o episódio todo à procura dele, ou este apaixonado por um cão de brinquedo. Outra parte que gostava era quando surgia uma pequena capuchinho vermelho que era bastante sádica e torturava os 2 cães sem dó nem piedade.

O cão pequeno era o líder, apesar de em algumas ocasiões ser menos inteligente que o cão grande, e era bastante energético e hiperactivo com um grande medo de gatos procurando a ajuda do cão grande, que na verdade era mais preguiçoso do que estúpido, apenas queria que o deixassem em paz e não se preocupava muito com as coisas ao seu redor.

Existiam personagens que apareciam em diversos episódios, como um homem grande que invariavelmente surgia no caminho dos cachorros e com pouca paciência para eles. Quando lhes explicava algo e eles não entendia, reagia sempre "isn't that cute...BUT IT''S WRONG".

Um dos meus episódios favoritos é quando ele tem que colocar gotas nos olhos e fica sem conseguir ver, procura então um cão guia e logicamente que fica com estes 2 que só lhe causam problemas. Um programa bem divertido, foi raro o episódio que não teve piada, e um dos desenhos animados que ninguém com um bom sentido de humor deve perder.



Enviar um comentário Blogger