2


A partir de dada altura da década de 90, a RTP 2 era basicamente o canal de cabo para quem não tinha cabo e uma das suas armas mais fortes eram as comédias à hora do jantar. Foi assim que, pelas 20h30, tivemos a oportunidade de ver uma das melhores séries de humor dessa década, o 3º Calhau a contar do Sol.

A série durou 6 temporadas, teve 139 episódios e foi transmitida entre 1996 e 2001, atingindo o sucesso graças a um diálogo muito bem escrito e a um elenco muito talentoso. A série foi transmitida por cá no final da década de 90 na TV2 sendo repetida mais tarde no canal de cabo da Sic Radical e mostrava como quatro Alienígenas que se infiltravam na terra e se disfarçavam como uma comum família Terrestre para poderem observar o nosso modo de vida.

A família Solomon era constituída por Dick Solomon (John Lithgow), Tommy (Joseph Gordon-Levitt), Harry (French Stewart) e Sally (Kristen Johnston). Dick era o Comandante da missão e por isso o chefe da família, já Tommy (oficial de informações) era o mais velho de todos mas na missão deram-lhe o papel do adolescente do grupo enquanto que o responsável pela segurança ocupava um corpo de uma mulher, a Sally. Mas a estrela do grupo era o talentoso French Stewart, que como o ingénuo Harry dava-nos grandes momentos de humor nas suas tentativas parvas de agir como um humano. Como responsável de comunicações, era ele que contactava o planeta Natal deles, e até isso era um momento bem divertido com a capacidade para a comédia Física que o actor possui.

A série era muito bem escrita, e era bastante engraçado ver este bando de Extra Terrestres desajeitados a tentarem-se comportar como seres humanos e a tentarem entender todas as nuances da vida no nosso Planeta. Qualquer pequena coisa era levada ao extremo, em especial por Dick que tentava ao máximo mostrar que percebia tudo ao seu redor.


O emprego dele como professor de Física na Universidade abre elas a um interagir com humanos constante, e as suas salas de aula dão origens a ideias que ele depois tenta levar a cabo em casa. É aí que ele se apaixona por uma colega sua e começa assim a querer prolongar a sua estadia na terra, tendo o apoio de Sally que se apaixona por Don (Wayne Knight), um polícia gorducho que consegue conquistar esta mulher bonita e imponente com mais de 1,90m. A senhoria deles também originava grandes momentos, uma senhora de alguma idade que tinha um à vontade peculiar com o sexo e deixava um desconforto em toda a família.

Um dos meus convidados preferidos foi o William Shatner, que representava o grande líder deles (Big Giant Head) e teve um diálogo genial com o Dick que era uma indirecta ao facto de ambos terem representado a mesma personagem na série "5ª Dimensão" e que passavam um mau bocado num avião.


O cumprimento deles era genial de tão estúpido que era, e era a ingenuidade de todos que tornava as situações ainda mais engraçadas, era como se fossem grandes crianças a tentarem compreender e resolver as coisas. Tenho saudades desta série e continua a ser, para mim, uma das melhores comédias dos últimos anos.








Enviar um comentário Blogger